Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Tio é preso suspeito de estuprar sobrinha de nove anos

Tio é preso suspeito de estuprar sobrinha de nove anos

340x650_estupro_1641860

O caminhoneiro Vinícius Borges de Andrade, de 36 anos, foi preso, na segunda-feira, 6, acusado de ter estuprado a sobrinha de nove anos, em Guanambi, 796 quilômetros a sudoeste de Salvador.

De acordo com informações da Delegacia Territorial (DT) do município, a família descobriu o crime por meio da própria criança, que disse à mãe, no domingo, 5, que o tio havia tocado suas partes íntimas.

O suspeito foi intimado a comparecer à delegacia, após ter sido denunciado pela mãe da menina. Vinícius negou o crime, mas a menina também foi ouvida pelo plantonista da DT/Guanambi, onde repetiu tudo o que já havia dito para a mãe e para a médica de uma clínica ginecológica que a examinou. Os exames não constataram conjunção carnal, mas Vinicius foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável.

O delegado também pediu a conversão do flagrante em prisão preventiva. Foragido da Justiça de São Paulo por homicídio e usando um RG do irmão, Vinícius negou ao delegado que tenha abusado da criança.

Durante os mais de 13 anos em que já reside em Guanambi, o caminhoneiro Vinícius sempre se apresentou como Bruno Borges Andrade, que, na verdade, é o nome de um irmão.

Assim fez ao se apresentar na delegacia. Entretanto, ao levantar os antecedentes de Bruno, os investigadores da DT/Guanambi descobriram que ele já havia sido preso, em Montes Claros, Minas Gerais, portando uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), falsificada, em nome do irmão.

Pressionado a explicar como se dera a prisão, acabou revelando que usava o nome do irmão e que seu verdadeiro nome era Vinícius. Os policiais fizeram nova pesquisa e descobriram que Vinícius, por sua vez, tinha um mandado de prisão preventiva em aberto por um homicídio cometido, na cidade de Embu das Artes, em São Paulo.

Autuado também por uso de documento falso, Vinícius agora permanece custodiado na carceragem DT/Guanambi à disposição da Justiça.

OUTRAS NOTÍCIAS