Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

‘Sou outra pessoa, me libertei’, diz Pamella Holanda sobre DJ Ivis

‘Sou outra pessoa, me libertei’, diz Pamella Holanda sobre DJ Ivis

A arquirteta Pamella Holanda participou do programa “Vem Pra Cá”, programa da SBT, e relembrou casos de agressões do ex-marido, DJ Ivis.

Em meio ao bate-papo, ela recordou momento que precisava conseguiu sair daquela situação. “Quando percebi que minha filha estava crescendo e entendendo as coisas, vi que não ia ser mais saudável para mim e para ela. Eu sentia vergonha da situação por conta do quanto eu mesma me diminuía e me deixava ser diminuída dentro daquela relação. Depois que a gente sai, a gente consegue enxergar as coisas de uma maneira melhor”, disse.

“A demora da justiça… Foi por isso que demorei tanto pra denunciar. Eu tinha medo das pessoas não acreditarem na situação. No dia que fui na delegacia, eu dei sorte, pois era uma delegacia com muitas mulheres. Eu estava sozinha e eu fui acolhida por uma mulher. Isso fez muita diferença”, afirmou sobre demora para denunciar o cantor.

Pamella também alegou que as mulheres não têm que esperar pela justiça. “A mulher em si não pode esperar por justiça, por governo, por lei, ou por alguém que vá lá e a retire da situação. Ela tem que agir por conta própria, tem que agir por ela mesmo. É uma decisão que vai salvar a vida dela”, declarou.

Por fim, a arquiteta disse que atualmente está pronta para ajudar outras mulheres. “”No ápice do sofrimento, sentia que tinha que fazer algo para ajudar. Mulheres me param na rua e me abraçam. A gente está tratando algo que aflige nossa alma, não só o corpo, mas que deixa marca para o resto da nossa vida. Hoje sou outra pessoa, me libertei, realmente saí do casulo. Sou uma mulher maior, melhor, sou mãe, tenho minha profissão, trabalho. A gente está aqui para ser feliz”, concluiu.

 

OUTRAS NOTÍCIAS