Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Rui Costa critica indecisão de Bolsonaro sobre Mandetta: “tempo perdido são vidas perdidas”

Rui Costa critica indecisão de Bolsonaro sobre Mandetta: “tempo perdido são vidas perdidas”

O governador Rui Costa (PT) criticou o impasse do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em decidir se mantém ou não o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, no comando do Ministério da Saúde. O petista considerou haver “perda de tempo” no enfrentamento ao novo coronavírus, o Covid-19, o que representa “vidas perdidas”.

“Ministro vai ser demitido; ministro fica. Assim se passou mais um dia com mídia e sociedade sendo pautadas. Quanta perda de tempo”.

Na mensagem publicada no final da noite desta segunda-feira (6), Rui Costa reclamou que o tema suplantou a atuação do governo federal em ações tratar pacientes infectados e impedir o avanço da doença.

“Vamos trabalhar para comprar respiradores, insumos e lutar contra o inimigo comum que está matando. É guerra. Tempo perdido são vidas perdidas”, escreveu o governador.

A exoneração do ministro Mandetta chegou a ser cogitada para a tarde desta segunda-feira (6), conforme noticiou o jornal O Globo, mas não chegou a ser efetivada. Desde as últimas semanas, Bolsonaro e Mandetta caminham em direções antagônicas quanto às medidas de isolamento social para conter a disseminação do vírus.

Em entrevista à rádio Jovem Pan na semana passada, o presidente Bolsonaro afirmou que ele e o ministro já estavam se “bicando” há algum tempo e cobrou “humildade” de Mandetta. No último final de semana, Bolsonaro ameaçou “usara a caneta” contra ministros que viraram “estrelas”.

Segundo apurado nos bastidores, interlocutores relatam que o ministro deu ultimato para que Jair Bolsonaro pare com as ameaças de demissão.

OUTRAS NOTÍCIAS