Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

PSB quer atenção especial do PT para as eleições de 2016

PSB quer atenção especial do PT para as eleições de 2016

a3c8e513149af5cc54811b697990cd14

As últimas pesquisas de intenção de voto para o pleito de 2016 em Salvador elevaram, digamos assim, o valor do passe da senadora Lídice da Mata (PSB). A ex-prefeita de Salvador, tanto nos levantamentos divulgados como nos que foram feitos para consumo interno, é a única aliada do governador Rui Costa (PT) que aparece bem pontuada nos cenários observados obtendo o segundo lugar em todos eles atrás do prefeito ACM Neto (DEM).

Com essa conjuntura, o PSB de Salvador se reuniu no último sábado em Salvador para debater as eleições de 2016. Diante do status que a senadora se encontra, os socialistas defenderam que uma das condições para a parlamentar sair candidata pelo PSB é ter o apoio irrestrito do PT, com o partido indicando a vaga de vice-prefeito na chapa.

Segundo informações levantadas pela Tribuna, o apoio que os socialistas devem pleitear junto ao PT passa por ter toda estrutura como tempo de televisão e logística a sua disposição. Em caso de pulverização das candidaturas, como gostaria Rui Costa, a condição seria que a socialista tivesse atenção especial.A reportagem tentou ouvir a senadora durante a tarde de ontem, mas não obteve retorno da assessoria contactada em Brasília.

Em conversa com a Tribuna, o secretário-geral do partido na Bahia, Rodrigo Hita, defendeu que o foco do PT seja a candidatura da senadora Lídice. “Apesar de não ter participado do encontro municipal, eu compartilho da mesma ideia dos colegas e acho que temos que ter o apoio do PT. Mesmo que seja fracionado, não pode ser em dez candidaturas da base aliada. Umas três estaria bom.

Vejamos o exemplo do deputado Sargento Isidório, atende à necessidade de se ter uma candidatura mais conservadora. Isso é bom ao garantir esses votos. Mas se precisar de uma mais progressiva, estamos à disposição”, afirmou Hita.Leia mais na Tribuna da Bahia.

OUTRAS NOTÍCIAS