Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Polícia identifica advogado como suspeito de matar barbeiro em bar de Salvador; prisão temporária foi decretada

Polícia identifica advogado como suspeito de matar barbeiro em bar de Salvador; prisão temporária foi decretada

A polícia identificou o homem suspeito de matar o barbeiro Lucas Souza de Araújo a tiros, dentro de um bar no bairro do Imbuí em Salvador. De acordo com a polícia, o suspeito é o advogado José Geraldo Lucas Júnior, que teve prisão temporária decretada pela Justiça.

Nesta terça-feira (26), policiais estiveram na casa do suspeito, mas ele ainda não foi encontrado. Um amigo de José Geraldo, que estava no bar junto com ele, também teve prisão temporária decretada e está sendo procurado.

O G1 conversou com o também advogado Antonio Glorisman, que faz a defesa de José Geraldo. Ele informou que um mandado de busca para localizar a arma do crime também foi expedido pela Justiça.

“Além do mandado de prisão temporária, também teve o cumprimento de um mandado de busca. O diretor do DH [Departamento de Homicídios], delegado José Bezerra, solicitou que nós acompanhássemos a busca, em uma singularidade legal e profissionalismo, reservando todos os direitos. Meu cliente não estava em casa e nós estamos trabalhando para apresenta-lo essa semana ainda”, disse.

Segundo a família, Lucas Souza de Araújo, de 29 anos, foi morto após tentar defender a esposa de um assédio. Apesar de afirmar que Geraldo foi o autor dos tiros, a SSP ainda não detalhou se o assédio foi cometido por Geraldo ou pelo amigo dele.

 

OUTRAS NOTÍCIAS