Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Moro condena ex-gerente da Petrobras a 15 anos de prisão

Moro condena ex-gerente da Petrobras a 15 anos de prisão

x66009928_Curitiba-PR-28-03-2017ARQUIVO-Roberto-Goncalves-foi-preso-nesta-terca-feira-28-em-no.jpg.pagespeed.ic.VvIOamZ1FU

Na manhã desta segunda-feira (25), por volta das 11h, o juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Lava Jato em primeira instância, condenou a 15 anos de prisão o ex-gerente da Petrobras Roberto Gonçalves, pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e pertinência à organização criminosa. O demais réus do mesmo processo são delatores, e mesmo sendo condenados, tiveram benefícios.

Durante a sentença, Moro disse que Gonçalves deverá permanecer preso cautelarmente em caso de eventual recurso, para que os fundamentos da prisão preventiva sejam mantidos. Serão descontados da pena os dias em que ele ficou preso.

Em 2015, ele foi alvo de um mandado de prisão temporária, ficou detido por 10 dias, e depois foi solto. Ele voltou a ser preso, preventivamente, em março deste ano.

Foto | Reprodução

OUTRAS NOTÍCIAS