Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Jovem diz ter sofrido agressão em Casa de Shows de Feira; Proprietário diz estar apurando o caso

Jovem diz ter sofrido agressão em Casa de Shows de Feira; Proprietário diz estar apurando o caso

Na manhã desta Segunda-feira (18), um rapaz de nome Junior Valadão fez uma denúncia através de publicação em seus instagram, que supostamente teria sido agredido por seguranças da casa de eventos Ária Hall de Feira de Santana, durante evento Tardezinha do Aquino, que aconteceu no último domingo (17), na casa de shows.

Segundo seu depoimento, o jovem informou que os seguranças teriam começado a agressão de forma gratuita e sem nenhum motivo, na tentativa de criar uma situação para justificar a expulsão do mesmo e seus amigos do evento.

Segue texto na integra:

“VIOLÊNCIA NO ÁRIA

No último domingo, véspera de feriado, saí com meus amigos para curtir o evento TARDEZINHA DO AQUINO no Ária, e o que prometia ser uma noite de diversão se tornou um exemplo explícito de covardia, violência e discriminação em Feira de Santana. Eu e meus amigos pagamos o ingresso como todo mundo ali dentro, pedimos algumas cervejas e nos situamos na pista, quando de repente e sem qualquer explicação fomos surpreendidos com empurrões pelos seguranças do local, no mesmo momento pedi calma para evitar um mal entendido, mas descobri que essa era exatamente a sua intenção: Provocar um “mal entendido” para justificar a nossa expulsão do evento. No mesmo instante um segurança armado me imobilizou, me derrubou e se apoiou sobre meu corpo, às vistas de dezenas de pessoas, tudo porque pedi calma diante da sua truculência. Fomos levados para fora do local, e provavelmente fora do alcance das câmeras de segurança, um deles apontou uma arma para um amigo e o ameaçou caso tentássemos voltar para o evento. A principal pergunta que tenho é retórica: Por que isso tudo aconteceu exatamente conosco, que nos comportamos igual a todo mundo ali dentro até o momento? Não vou ignorar esse episódio, pretendo fazer o exame de corpo de delito e tomar as medidas cabíveis, e que a administração do Aria não ignore o amadorismo e o despreparo da sua equipe de segurança”.

Em comentários na mesma publicação, outros frequentadores do evento, reforçaram a denúncia, reafirmando a forma violenta com que os seguranças da casa trataram alguns dos presentes, e marcaram os perfis da administração da casa.

Segundo o empresário e influencer feirense, Antônio Dyggs, dono do Ária. Ele irá apurar a situação, e já estaria em contato com a vítima para maiores esclarecimentos.

OUTRAS NOTÍCIAS