Hospital de Campanha em Feira de Santana está com 60% de ocupação nas UTIs

Hospital de Campanha em Feira de Santana está com 60% de ocupação nas UTIs

Conforme o último boletim epidemiológico do Município, Feira de Santana tem 13.817 casos de Covid-19 e 270 mortes pela doença, desde o início da pandemia.

De acordo com os dados da Secretaria Municipal de Saúde, o pico da doença na cidade ocorreu entre os meses de junho e julho, tendo em setembro uma queda no número de casos e óbitos, e em novembro, indícios de novos aumentos.

O diretor-médico do Hospital de Campanha em Feira de Santana, Francisco Mota, afirmou que a unidade hospitalar está com 60% de ocupação dos leitos clínicos.

‘O Hospital possui 10 leitos de UTI e 35 clínicos com 12 internados, o que equivale a cerca de 35% de ocupação, e na UTI tem 60% de ocupação. É um sinal de alerta, estamos na luz amarela, temos que ficar atento o tempo inteiro porque não temos vacina e enquanto não tivermos vacina, temos que estar em alerta’, disse.

Desde a abertura no mês de junho, 391 pessoas já foram internadas no Hospital de Campanha e 76 óbitos foram registrados.

‘A maior parte dos óbitos aconteceram nos primeiros meses, sendo que desde o mês de agosto, esse número tem evoluído bastante. Isso deve-se também a alteração no modelo de atendimento depois que foi definido que os pacientes seriam internados mais precocemente e ao invés de mandar os indivíduos com sintomas leves para casa, ele passou a ser internado, principalmente os pertencentes a zona de risco, obesos, idosos, hipertensos, diabéticos, porque tem mais possibilidade de se complicarem, desde que se passou a fazer essas internações precoces, o número de óbitos caiu bastante’, diz.

OUTRAS NOTÍCIAS