Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Governadores discutem levar ao STF ação conjunta para fugirem da CPI da Covid

Governadores discutem levar ao STF ação conjunta para fugirem da CPI da Covid

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid aprovou em sessão nessa quarta-feira (26) a convocação de oito governadores e um ex-governador para prestar depoimentos. Agora, os gestores e procuradores-gerais dos Estados estudam entrar com uma ação coletiva junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para não comparecerem à CPI. A informação é da Bela Megale, do O GLOBO.

As conversas sobre o assunto começaram na quarta-feira, após a Comissão aprovar a convocação de nove governadores. A ação pode ser apresentada pelo Colégio Nacional de Procuradores-Gerais dos Estados sob o argumento de que a convocação infringe a Constituição. 

“Estamos estudando essa possibilidade. Os governadores não têm problemas de irem por convite à CPI. A preocupação é com o precedente de convocação sem amparo legal”, disse à coluna Wellington Dias, governador do Piauí.

Até agora, estão aprovados os requerimentos para a convocação dos governadores Wilson Lima (Amazonas), Hélder Barbalho (Pará), Ibaneis Rocha (Distrito Federal), Mauro Carlesse (Tocantins), Antonio Oliveira Garcia (Roraima), Waldez Góes (Amapá), Marcos Rocha (Rondônia) e Wellington Dias (Piauí), além de Wilson Witzel, ex-governador afastado do Rio de Janeiro.

Informações: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS