Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Em busca de diálogo com a prefeitura, comerciantes do Shopping Popular fazem nova manifestação nesta sexta-feira (22)

Em busca de diálogo com a prefeitura, comerciantes do Shopping Popular fazem nova manifestação nesta sexta-feira (22)

Comerciantes que trabalham no Shopping Popular, Cidade das Compras em Feira de Santana realizaram mais uma manifestação nesta sexta-feira (22) em frente à prefeitura para chamar atenção para os problemas do local e buscar um diálogo com a gestão municipal.

Eles reclamam das taxas cobradas no empreendimento, questões de estrutura do local e principalmente sobre a falta de movimento e de clientes. Relatam que não conseguem vender seus produtos e por esse motivo não têm como honrar os seus compromissos.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

A comerciante Luzia dos Santos Silva levou algumas bonecas e almofadas para vender no centro da cidade e contou que algumas destas mercadorias que ela vende normalmente por R$35, está passando por R$25, sem lucrar praticamente nada, pois precisa levantar dinheiro para comer e suprir suas necessidades.

“Estamos aqui em busca de resposta para a nossa condição de trabalho. Não temos hora para terminar a manifestação e nossa intenção é seguir o movimento por dias até que tenhamos uma resposta. O secretário nos deu a esperança de uma resposta na próxima quinta-feira, porém, nós já tivemos essa situação por muitas outras vezes.

Segundo a comerciante, na próxima semana começam a chegar os boletos de cobrança das taxas e se um boleto de aluguel ficar atrasado por 19 dias já é emitida a ordem de despejo do boxe.

Eunice de Jesus Brito também trabalha no Shopping Popular e comentou que não aguenta mais enfrentar tantas dificuldades para sobreviver a partir das vendas do local.

“Queremos uma resposta. Têm várias pessoas passando fome, colegas até surtando, passando necessidade. Estamos aguardando o prefeito resolver essa situação”, declarou.

OUTRAS NOTÍCIAS