Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Corrupção no transporte atinge “secretários e ex-vereador”, denuncia presidente da câmara

Corrupção no transporte atinge “secretários e ex-vereador”, denuncia presidente da câmara

Há desinteresse, por parte das empresas do segmento de transporte público, por atuar no município de Feira de Santana. A constatação é do presidente da Câmara, Fernando Torres (PSD), que alega, para tal, os problemas de corrupção, seguindo ele existentes nesta área, “envolvendo Prefeitura, secretários e até ex-vereadores”. Em pronunciamento na Câmara, ele disse que “nenhum empresário quer saber” de operar nesta cidade, em razão da falta de credibilidade da gestão.

“É um serviço que já foi muito valorizado, mas hoje não vale nada”, afirma o vereador. Questiona a Prefeitura sobre o projeto BRT, anunciado pela Administração Municipal. “O gato comeu”, ele mesmo responde, para concluir que “não deslanchou”.

Fernando lembra que a corrupção no transporte coletivo em Feira de Santana foi tratada por ele em seu primeiro discurso na atual legislatura.

À época, criticou a postura de um dirigente do Sindicato dos Rodoviários, ex-vereador: “Agora, infelizmente, a população vai pagar por tanta corrupção”. O presidente da Casa da Cidadania considera que as empresas não são as responsáveis pela crise, “uma vez que lhes prometeram o que não poderiam cumprir”.

Informações: Ascom

OUTRAS NOTÍCIAS