Conheça o fetiche por balões que faz modelo faturar R$ 140 mil por mês

A recente declaração de Flávia Alessandra sobre o fetiche golden shower levantou na internet uma discussão sobre práticas inusitadas no sexo. Uma delas é a inflatofilia, fetiche por balões que tem feito uma modelo do OnlyFans faturar R$ 140 mil por mês.

De acordo com a australiana Dasha Daley em entrevista ao UOL, ela atende apenas clientes com este fetiche e produz conteúdos que incluem estourar e se esfregar em balões.

Os adeptos desse fetiche se autodenominam looners, e têm atração sexual por balões de látex. Textura, cheiro, flexibilidade, forma e volume do balão são algumas das características que levam os levam à loucura.

Além disso, dentre os looners existem ainda duas divisões de fetichistas: os poppers, que sentem prazer ao estourar balões, e os non-poppers, que sentem prazer em manipulá-los sem estourar.

Apesar de inusitado, é importante lembrar que a inflatofilia, assim como qualquer outro fetiche, pode ser perfeitamente saudável a depender de como é praticado.

“Há muitos anos, regras sobre o que é certo ou errado no comportamento sexual começaram a ser criadas. Com isso, pessoas que saem daquele padrão de ‘normalidade’ passam a ser consideradas não saudáveis, aberrações, pessoas que precisam de tratamento”, explica o terapeuta sexual André Almeida.

O psicólogo reforça que todo e qualquer comportamento sexual que tenha consentimento, não faça mal a ninguém e não coloque o bem-estar de nenhum dos envolvidos em risco é um comportamento normal e saudável. “São simplesmente pessoas que aproveitam seu prazer de uma forma que sai do convencional”, afirma.

Metrópoles

 

OUTRAS NOTÍCIAS