Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

BBB 20: Brothers recebem informações sobre coronavírus

BBB 20: Brothers recebem informações sobre coronavírus

A segunda-feira costuma ser de jogo da discórdia no BBB 20. Porém, dessa vez, a Globo quebrou o seu protocolo e aproveitou o programa para contar aos brothers sobre a pandemia do novo coronavírus. “Hoje não tem jogo da discórdia, vamos quebrar o protocolo para falar de algo que está acontecendo aqui fora. Vocês estão seguros, a família de vocês está segura”, disse Tiago Leifert.

O apresentador também explicou sobre o protocolo de prevenção adotado pela Globo para conter a pandemia, assegurando a saúde de todos. “Não teremos plateia por tempo indeterminado”, contou. “Vamos fazer um pacto nosso: qualquer coisa grave eu chamo vocês no confessionário”, completou.

O programa também contou com a participação do infectologista Edimilson Migowski. Ele informou aos participantes como prevenir a contaminação, além de tirar dúvidas dos confinados, que ficaram chocados com a notícia.

Leifert fez questão de ressaltar várias vezes para que os brothers usem o raio-x para conscientizar a população e tranquilizar as famílias.

Ele também mandou um recado aos emparedados, Babu, Pyong e Rafa: “Um de vocês vai sair amanhã, quando você sai, é muito comum que vocês fiquem em um hotel aqui no Rio de Janeiro com a gente até pelo menos, sexta-feira. E nesse hotel, vocês recebem muito carinho, vão várias pessoas, levar flor, levar desenhos, levar chocolates, não vai dar”.

“Então eu gostaria que vocês por favor, pedissem as torcidas de vocês, que o que for acontecer amanhã, que eles não vão ao hotel, que eles não levem presentes. É um sacrifício temporário, as pessoas precisam ficar em casa e evitar aglomerações, que é o que está acontecendo”, seguiu.

No programa, Leifert também aproveitou para deixar uma mensagem aos telespectadores. “Façam como o BBB, fiquem confinados em casa”, alertou. “Turma é sério, não dá para brincar com esse negócio do coronavírus. Se vocês podem ficar em casa, fiquem em casa. Só saiam se for extremamente necessário porque é muito grave. A gente está vendo o que está acontecendo no mundo. O negócio está chegando aqui agora e ainda dá tempo de fazer alguma coisa no Brasil”, finalizou.

OUTRAS NOTÍCIAS