Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Zé Neto diz que o Prefeito Colbert deve acabar com a ‘picuinha sem sentido’

Zé Neto diz que o Prefeito Colbert deve acabar com a ‘picuinha sem sentido’

O ato que marcou o início da vacinação contra a Covid-19 em Feira de Santana ocorreu no Hospital Geral Clériston Andrade 2, por volta das 10h de terça-feira (20), logo após o recebimento das primeiras doses da vacina.

Na ocasião, foi vacinada a enfermeira Layse Bastos, primeira pessoa a ser imunizada na cidade.

Diferente das demais cidades brasileiras, o prefeito Colbert Martins Filho não esteve no ato simbólico. À nossa reportagem, ele destacou que não sabia do fato e não foi convidado.

‘Eu não tive informação da hora que a vacina chegou, da quantidade de doses que seriam disponibilizadas para Feira de Santana e não fui sequer comunicado de ato de vacinação, como deve acontecer quando as pessoas têm um nível de respeito, como tem em Salvador. Aqui na cidade essa questão foi totalmente desconsiderada. Não sabia, não fui convidado e estamos fazendo a vacinação da forma mais tranquila e respeitosa possível porque acho que assim que deve ser’, afirma.

Questionado sobre um possível teor político na situação, o prefeito ameniza.

‘Acredito que não deva ter partido nem da direção do Hospital, muito menos da direção da Diretoria Regional de Saúde, provavelmente algum conceito estranho e diferente aí, até porque conheço as pessoas que trabalham diretamente nessa área. De qualquer forma, foi, no mínimo, uma falta de respeito e consideração’, relata.

Na ocasião, ele desmentiu também a informação inicial de que a cidade teria recebido um pouco mais que 13 mil doses da vacina para que 9 mil ficassem em Feira e as demais fossem distribuídas para outros municípios.

‘Feira de Santana recebeu 6 mil doses, foi o que recebeu a nossa cidade’, disse.

Sobre o assunto, o deputado federal Zé Neto, que esteve presente no ato, ressaltou que nada ocorreu de forma programada e diz acreditar que ‘o prefeito está magoado porque não saiu na foto’.

‘Eu liguei para o diretor do Núcleo e fui informado que a vacina chegaria de helicóptero pela manhã. Já tinha visto isso, inclusive, nas redes sociais do governador, como eu acho que outras pessoas também se informaram dessa forma, procurando saber. Então não tinha nada organizado, montado, o próprio prefeito fez uma live, não informou a ninguém que iria fazer essa live para realizar a vacinação e por aí vai. Eu acho um momento importante demais para a cidade que até nos emociona, como me emocionei quando ví a vacina chegar, e procurei saber por que quis acompanhar esse momento, e fui, registrei a minha alegria, satisfação e disposição de continuar nessa luta’, pontua.

Zé Neto ainda compara o caso com a situação de Salvador, onde o ato referente a primeira vacinação do estado ocorreu nas Obras Sociais Irmã Dulce com a presença do prefeito Bruno Reis e governador Rui Costa.

‘Lá o governador dialoga muito bem com o ex-prefeito e agora o atual prefeito, eles combinaram algo. Eu só quero reafirmar que estou à disposição do prefeito, apesar do nosso embate muito duro, estou aqui dizendo que, do ponto de vista institucional, estou à disposição de dialogar e trabalhar, tenho certeza de que esta é a mesma posição do governador’, destaca.

De acordo com o deputado federal, o prefeito não tem do que reclamar sobre a colaboração dele e do Governo do Estado com a cidade.

‘Eu fui o primeiro que passei emenda para o Hospital de Campanha, antes mesmo do governo federal mandar recursos e depois continuei trazendo mais para o enfretamento ao coronavírus, inclusive ele tem que prestar contas sobre o destino que deu a esse recurso e acabar com essa picuinha sem sentido’, disse.

OUTRAS NOTÍCIAS