Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Professor de escola de Salvador é acusado de obrigar 37 alunos a se beijarem para ganhar pontos e dinheiro

Professor de escola de Salvador é acusado de obrigar 37 alunos a se beijarem para ganhar pontos e dinheiro

Um professor de Artes está sendo acusado de obrigar 37 alunos do 6º ano do Colégio Estadual Heitor Villa Lobos, no Cabula VI, a se beijarem para ganhar pontos extras e R$ 10. O caso foi denunciado na Delegacia Especializada de Repressão a Crime Contra Criança e Adolescente (DERCA) e no Ministério Público da Bahia (MP-BA).

Os alunos, que têm entre 11 e 12 anos, teriam sido incentivados a beijar colegas do mesmo sexo para conseguir ainda mais pontos. Eles ficaram trancados em uma sala, com cadeiras escorando a porta, para evitar a entrada de outras pessoas.

Segundo o Balanço Geral, houve desespero por parte dos estudantes que se negaram a beijar os colegas e a diretora invadiu a sala e pegou os celulares dos alunos que filmaram a situação. Algumas vítimas contaram que o professor já tinha agido da mesma forma em anos anteriores, mas nada foi feito.

Indignada, a mãe de uma das alunas relatou que a menina está traumatizada e não dorme desde o ocorrido. “Minha filha chegou chorando. Confiamos nossos filhos à escola e um educador faz um absurdo desses”, criticou a mulher.

A Secretaria da Educação do Estado (SEC) informou que, ao tomar conhecimento da denúncia pela direção do Colégio Estadual Heitor Villa Lobos, decidiu por afastar imediatamente o professor acusado e instaurou o processo administrativo para apurar o caso.

Informações: Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS