Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Por dívida com Denílson, Justiça penhora arrecadação de shows do cantor Belo

Por dívida com Denílson, Justiça penhora arrecadação de shows do cantor Belo

A disputa judicial entre o ex-jogador e apresentador Denílson e o cantor Belo ganhou mais um capítulo. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) bloqueou a arrecadação do artista com a venda de ingressos referentes a dois shows realizados em comemoração ao Dia dos Namorados. A instituição ordenou a transferência do valor para a quitação da dívida com o comentarista da Band. A informação é do “Uol”.

A decisão do juiz Carlo Mazza Britto Melfi, foi assinada no dia 17 de junho, e a transferência deve ser concluída em até cinco dias. “Não obstante a manifestação da Empresa Brasileira de Comercialização de Ingressos S/A, cabe o cumprimento da determinação judicial de p. 2625 no sentido de promover a transferência dos valores obtidos com a venda dos ingressos referentes a apresentação de nome “Belo in Concert”, nos exatamos termos daquela decisão, no prazo improrrogável de cinco dias”, definiu o juiz.

Ao site, Denílson alegou não ter mais o que falar sobre a temática. “Um assunto que não mudou dos últimos anos. [O Belo] continua me devendo e eu continuo querendo receber”, disse.

O caso corre desde 2017 e o despacho inicial, assinado pelo juiz Carlo Mazza Britto Melfi, ordenava a penhora de R$ 4.770.811,83 do cantor, em ação a favor do ex-jogador.

Informações: Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS