Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

PMs agridem casal gay com socos e chutes durante abordagem

PMs agridem casal gay com socos e chutes durante abordagem

Um casal gay foi agredido por policiais militares durante uma abordagem na tarde do último sábado (23), no bairro Alto da Glória, em Goiânia. Os homens, de 25 e 33 anos, tiveram hematomas no rosto. Um deles, que é advogado, teve sua cabeça batida contra a janela de seu carro diversas vezes.

Segundo informações da TV Anhanguera, afiliada à TV Globo, o casal foi abordado pelos policiais próximos da residência de familiares. Na ocasião foi dada a ordem para que eles saíssem do carro, colocassem as mãos no capô e abrissem as pernas. Foi quando o advogado foi chutado pela primeira vez.

“Eu abri as pernas, mas acho que ele queria que eu abrisse mais. Ele começou a bater minha cabeça contra o carro. Bateu três vezes e eu não entendi porque estava apanhando, já que eu não tinha feito nada”, afirmou o rapaz.

De acordo com as vítimas, a lataria do carro foi amassada com as agressões desferidas na cabeça. O marido do rapaz recebeu diversos socos no olho

Ainda segundo as vítimas, vizinhos começaram a questionar os ataques. “Nesse momento começaram a pedir a documentação para averiguação. Pegou meu documento, deu uma olhada e já me devolveu. Depois eles falaram assim: ‘Esse aqui é o trabalho da polícia, obrigado”. E foram embora”, contou.

Vídeos gravados após as agressões mostram os rapazes questionando os ataques. “Tá escrito na sua testa que você é cidadão de bem?”, questionou o policial. “Tá escrito o que na minha testa?”, rebateu a vítima”. “Nada”, respondeu o agente.

A ocorrência foi registrada no 1º Distrito Policial de Goiânia. O casal realizou exame de corpo de delito. “Nunca havia passado por isso. Quando você não tem culpa de nada, você se sente vulnerável. Se a gente não denunciar, essas coisas vão continuar acontecendo”, disse uma das vítimas.

Informações; TV Anhanguera

OUTRAS NOTÍCIAS