Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Morador de rua espancado é convidado para se candidatar a deputado

Morador de rua espancado é convidado para se candidatar a deputado

O morador de rua que ficou nacionalmente famoso ao ser espancado por um marido furioso após ser flagrado mantendo relações sexuais com a sua esposa, dentro do carro dela.

Nesta quinta-feira (24), o portal Metrópoles divulgou uma entrevista onde Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, contou sua versão sobre a história, o que realmente teria acontecido.

Rapidamente a entrevista viralizou nas redes sociais, tanto que a fama e carisma de Givaldo chamaram atenção de alguns partidos, que, segundo o Metrópoles, ao menos quatro partidos teriam procurado o morador de rua com convites para lançá-lo candidato no pleito deste ano no Distrito Federal.

Não foram revelados quais seriam as siglas interessadas em contar com Givaldo nas eleições. Mas o sem-teto teria sido chamado para concorrer como deputado estadual ou deputado federal.

Morador de rua falou pela primeira vez após episódio

Ao Metrópoles, o morador de rua garantiu que a relação foi consensual. Depois da repercussão do caso, o personal trainer Eduardo Alves, de 31 anos, disse que sua mulher estava em surto psicótico, segundo seus médicos, e por isso teria convidado o homem a entrar no seu carro.

Informações: Istoé

OUTRAS NOTÍCIAS