Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Lutador feirense é suspenso do UFC após ser pego pela segunda vez em exame antidoping

Lutador feirense é suspenso do UFC após ser pego pela segunda vez em exame antidoping
O UFC demitiu, nesta terça-feira (8), o peso-pesado baiano Carlos Felipe “Boi”. A informação foi divulgada pelo jornalista Guilherme Cruz, do site MMAFighting.

No dia 18 de janeiro, o lutador foi condenado pela Comissão Atlética de Nevada a 18 meses de suspensão por ter acusado o anabolizante Boldenone e seus metabólitos em um exame antidoping de 16 de outubro de 2021. Na ocasião, ele perdeu por decisão uma luta contra Andrei Arlovski.

Da obesidade mórbida aos octógonos, a trajetória de Carlos 'Boi' no MMA

Boi já não poderia lutar até 16 de abril de 2023, e teria de pagar uma multa de 15% do valor de sua bolsa da luta contra Arlovski. No total, ele tem que desembolsar R$ 26 mil.

Essa foi a segunda suspensão do atleta na carreira. Em outubro de 2017, um mês após assinar com o UFC, a Agência Antidoping dos Estados Unidos (USADA) o pegou usando esteroides. Sua estreia na organização só ocorreu em julho de 2020.

Informações do Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS