Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

“Estamos vivenciando um novo pico”, alerta infectologista sobre situação do coronavírus em Feira de Santana

“Estamos vivenciando um novo pico”, alerta infectologista sobre situação do coronavírus em Feira de Santana

A semana dos dias 29 de novembro a 05 de dezembro foi a que registrou o maior número de casos positivos em Feira de Santana, desde a primeira confirmação na cidade, em 6 de março. Foram 1106 casos em sete dias.

A médica infectologista, Melissa Falcão, que coordena o Comitê Municipal de Enfrentamento ao Coronavírus, confirmou que Feira de Santana está enfrentando uma segunda onda de infecções – o primeiro pico da doença na cidade foi no mês de julho – neste período de fim de ano, “agora estamos vivenciando um novo pico, ainda com tendência de crescimento, esse pico será ainda maior do que o primeiro”, afirmou a médica.

Sobre os motivos para esse aumento nos casos de Covid-19 em Feira, a infectologista explicou que a população se cansou das medidas de distanciamento social, Melissa também culpou as aglomerações por conta das eleições municipais. Para ela, o comércio não impactou na elevação nos números do coronavírus na cidade.

Melissa Falcão também fez um alerta, um terceiro pico de casos pode ser registrado na cidade, nos meses de fevereiro e março de 2021. “Janeiro é um período de férias, as pessoas querem viajar, sair, festejar. Então, vamos pensar em 2021, se organizar e se divertir de uma maneira saudável e sem risco”, concluiu a médica.

OUTRAS NOTÍCIAS