Câmara aprova requerimento sobre suspeitas de inadimplência da Prefeitura em “restos a pagar”

Os “restos a pagar” do exercício anterior, pela Prefeitura de Feira de Santana, podem não ter sido todos quitados, até este mês de junho de 2021. A suspeita, por parte do vereador Luiz da Feira (PROS), motivou um requerimento de sua autoria, aprovado nesta terça (29) pela Câmara, questionando o prefeito Colbert Martins Filho. Assim, o Poder Executivo precisará informar à Casa os nomes das empresas que prestaram serviços, realizaram obras ou forneceram produtos para a Administração Municipal, no ano passado, e ainda não receberam pagamento.

O documento a ser encaminhado à gestão vai solicitar, além da lista das pessoas jurídicas contratadas e com remuneração  ainda pendente, também os respectivos valores em aberto e as razões pelas quais não foram pagos até aqui. Segundo o  vereador, as informações vão esclarecer se procedem as reclamações que tem observado quanto a possível  inadimplência por parte da Prefeitura: “Estamos cumprindo nosso papel de fiscalizar”.

Informações: Ascom / Câmara

OUTRAS NOTÍCIAS