Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Após ser acusado injustamente de roubar um lápis de R$ 1,99 em loja, Menino de 6 anos chora e se desespera

Após ser acusado injustamente de roubar um lápis de R$ 1,99 em loja, Menino de 6 anos chora e se desespera

A auxiliar temporária Maria de Fátima, de 28 anos, viu seu filho, de 6 anos, se desesperar e chorar ao ser acusado injustamente de roubar um lápis de olho de R$ 1,99. O caso aconteceu na tarde de quarta-feira (1), em uma loja de utilidades de Valparaíso, no Entorno de Brasília. As informações são do Metrópoles.

Segundo a mulher, ela e seu filho compraram brinquedos, um lápis de olho, um rímel e um delineador no estabelecimento. Ao saírem do local, quando já estavam no estacionamento de um supermercado vizinho, foram abordados por um segurança que afirmou ter visto o seu filho roubando um lápis de olho. Maria de Fátima comprou o item, conforme registra a nota fiscal. “Eu parei, estava com as sacolas na mão, e o segurança falou que viu o meu filho colocando um lápis de olho dentro da sacola. Eu perguntei para meu filho e ele negou. Peguei todas as sacolas e coloquei no chão para olhar. Tirei tudo de lá e o segurança realmente viu que não tinha nada roubado.

 Chegou o chefe da segurança e eu mostrei o cupom fiscal para conferir. Várias pessoas estavam passando na rua na abordagem. Meu filho começou a chorar e eu também”, contou.

Conforme o seu relato, Arthur ficou muito abalado com a situação e disse que não queria mais sair de casa. “Hoje, meu filho acordou me falando que não roubou nada. Estou com medo de ele ficar traumatizado. Eu nunca passei por uma humilhação dessa”, lamentou.

Pessoas que passavam pelo local e presenciaram a situação prestaram apoio à mulher nas redes sociais. Ela procurou a justiça para auxiliá-la no caso.

Informações: Feira 24H

OUTRAS NOTÍCIAS