Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Acusado de agredir influencer, ex-jogador do Vitória paga pensão de R$ 475 por cada filho com paralisia cerebral

Acusado de agredir influencer, ex-jogador do Vitória paga pensão de R$ 475 por cada filho com paralisia cerebral

A série de agressões e traições, até mesmo com travestis, foram algumas das revelações que Patty Pontes fez em relação ao seu relacionamento com Murilo Becker, ex-jogador de basquete do Vitória, que negou as acusações. Agora mais um capítulo veio à tona da separação conturbada do casal que são pais de quadrigêmeos que nasceram com paralisia cerebral.

Em entrevista ao programa ‘Na Real’, de Bruno di Simone, ela contou que tem disse que tem “se virado” para sustento dos quatro filhos, de sete anos, por causa do valor de pensão pago pelo atleta. “Ele disse que paga quase R$ 3 mil. Mentira. Ele paga R$ 1.900 pelas quatro crianças. Só isso. O resto, tudo eu corro atrás”, contou. O valor seria de R$ 475 por filho, além do plano de saúde deles que é de responsabilidade de Becker.

Após ser acusada de tentar se promover com a situação, conforme nota divulgada pelo jogador, a influenciadora garante que sempre trabalhou na internet, antes mesmo de toda polêmica. “Antes dessa polêmica, eu tinha 68 mil seguidores porque eu sempre trabalhei como influenciadora e ele só tem 19 mil. Eu não sou a ex-mulher de um jogador de basquete. Eu sou a Patty Pontes aqui na internet. É a minha vida que eu conto, eu nunca quis expor ele a não ser quando ele me bateu. Óbvio. Aí, eu decidi gritar para o mundo”.

Ainda durante o bate-papo, que ainda não foi ao ar e teve as informações divulgadas antecipadamente pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia, Patty relembrou como descobriu as traições, que envolvia garotas de programa e travestis. “Eu segurei muitas coisas porque não tinha necessidade de expor, mas quanto mais ele mentir mais mexe com a minha boca. Só que tem uma coisa: eu tenho provas. Eu descobri as traições com garotas de programas, um dia que ele se machucou em quadra, na cidade de Bauru, e um companheiro dele me deu a mochila. Eu fui no carro atrás da ambulância e peguei o celular. Vi várias conversas com fotos das mulheres peladas e perguntando os preços e aí vi que tinham também travestis”, revelou.

De acordo com a publicação, ela entrou em contato com algumas mulheres e travestis e descobriu que as traições ocorreram também durante a gravidez dos quadrigêmeos. “Quando eu descobri que ele me traía, eu não chorei. Mas, quando eu soube dos detalhes, que foi agora, recentemente, eu confesso que eu desabei. Desabei e entendi porque me consultava tanto com a ginecologista. Enquanto eu ficava em casa segurando os nossos filhos, segurando a gestação, ele estava saindo com travesti e pagando R$ 300 por programa’, detalha na entrevista que vai ao ar nos próximos dias.

Em contato com a reportagem do BNews, Patty contou que a denúncia já foi encaminhada ao Ministério Público. O órgão será responsável por apresentar o caso a um juiz, que deverá decidir os próximos passos do processo.

Informações; BNews

OUTRAS NOTÍCIAS