Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Vídeo mostra agressão a homem que foi morto após reclamar do preço da carne em açougue

Vídeo mostra agressão a homem que foi morto após reclamar do preço da carne em açougue

A vítima aparece saindo do local sem comprar nada. Na sequência, já do lado de fora, Wagner é levado por um dos agressores para o lado do açougue. Em seguida, ele começa a ser agredido por dois homens, um deles gerente do estabelecimento. Caído na calçada, um dos homens aparece tentando chutar a cabeça do vendedor.

Até agora, nada no inquérito aponta para uma animosidade entre os envolvidos e a vítima.

Os dois suspeitos estão presos. Nesta terça-feira (5), o dono da casa de carnes prestou depoimento à polícia. Segundo o açougue Shopping das Carnes, o funcionário foi afastado. A empresa também diz que colabora com as investigações e que está prestando suporte à família. Leia a nota abaixo.

A investigação deve ouvir também os familiares de Wagner, para entender se havia algum histórico de desavença com o açougue.

Homem foi agredido e morto após reclamar do preço da carne em Alvorada — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Homem foi agredido e morto após reclamar do preço da carne em Alvorada — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Caso

Testemunhas afirmam que as agressões teriam iniciado após Wagner de Oliveira Lovato reclamar do preço da carne. O homem vendia salgados e, após encerrar o trabalho, foi até o açougue comprar carne. No estabelecimento, teria feito comentários sobre o preço e deixado o local sem adquirir nada.

Um homem, que não trabalha no açougue, teria começado a agredir Lovato no lado de fora. Ele estaria acompanhado de um gerente do local, que estava de folga.

O boletim de ocorrência dá conta de que Wagner levou chutes na cabeça. A Brigada Militar foi chamada por pessoas que passavam pelo local. Segundo a Polícia Civil, os suspeitos apresentavam sinais de embriaguez.

Conforme o delegado Edimar de Souza, na esfera penal, o estabelecimento não será investigado, por não ter relação com o crime.

A vítima deixa esposa e três filhos, entre os quais um bebê.

Nota do estabelecimento

“Nós, do Shopping das Carnes, lamentamos profundamente a morte de Wagner de Oliveira Lovato, confirmada ontem, dia 3 de outubro.

Estamos adotando todas as medidas possíveis para auxiliar as autoridades na apuração das responsabilidades neste ato criminoso em frente ao estabelecimento em Alvorada. O funcionário envolvido neste episódio inaceitável, que não estava em atividade de trabalho no momento do crime, foi afastado pela empresa e está sob custódia da Polícia.

Desde o ocorrido, estamos buscando contato com a família da vítima para dar o suporte necessário. Compreendemos o momento de dor e de reserva e respeitamos o tempo dos familiares. Estamos à disposição para que esse diálogo aconteça.

Em respeito a Wagner de Oliveira Lovato e a sua família, a loja estará fechada nesta segunda-feira (04/10).

O Shopping das Carnes abriu as portas há apenas três meses e emprega 32 funcionários instruídos a atender com respeito e atenção ao cliente. Estamos profundamente consternados com este episódio inexplicável. Não toleramos, nem admitimos, nenhum tipo de violência.”

Informações; G1

OUTRAS NOTÍCIAS