Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

‘Terrorismo nutricional’: Nutricionista Marido de Ivete Sangalo critica coach Mayra Cardi por vídeo sobre consumo de pão; Relembre polemicas sobre a hoje Coach não ser nutricionista

‘Terrorismo nutricional’: Nutricionista Marido de Ivete Sangalo critica coach Mayra Cardi por vídeo sobre consumo de pão; Relembre polemicas sobre a hoje Coach não ser nutricionista

O nutricionista Daniel Cady, marido da cantora Ivete Sangalo, fez uma crítica a um vídeo gravado pela empresária e coach Mayra Cardi, onde ela repreende o esposo, o ator Arthur Aguiar, por comer pão no reality Big Brother Brasil.

“Amor, você não poderia ter comido pão. Você acabou de destruir todo o trabalho que eu fiz no seu corpinho. 9 kg se foram à toa! 30 dias batalhando para esse corpinho está aí, bonito, à mostra para o Brasil inteiro ver e você comeu pão”, reclama Mayra no vídeo.

Daniel Cady usou o áudio da coach enquanto comia um pedaço de pão. Em seguida, ele cuspiu o alimento ao ouvir a reclamação da ex-BBB.

“Brincadeiras à parte, o terrorismo nutricional está cada dia mais presente aqui na internet, dentro de casa, nas clínicas e consultórios. Para muitas pessoas, o comer virou algo estressante e carregado de culpa, uma relação de amor e ódio com a comida”, escreveu o marido de Ivete Sangalo.

Nutricionista Daniel Cady critica coach Mayra Cardi por vídeo sobre consumo de pão — Foto: Reprodução / Redes Sociais

Nutricionista Daniel Cady critica coach Mayra Cardi por vídeo sobre consumo de pão — Foto: Reprodução / Redes Sociais

“Essa busca desenfreada pela estética perfeita e emagrecimento rápido acaba deixando as pessoas doentes do corpo e da cabeça. Faça as pazes com a comida e com o seu corpo. Busque um estilo de vida saudável sem radicalismos e paranoias”, afirmou.

O vídeo publicado foi publicado por Daniel Cady na terça-feira (25), dois dias depois do vídeo gravado por Mayra Cardi.

“Mayra Cardi não é nutricionista”, diz coordenadora da Comissão de Fiscalização do órgão

Após polêmicas envolvendo Mayra Cardi em seu programa de emagrecimento, o Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região, em São Paulo, resolveu se manifestar sobre o caso. Segundo a coluna Retratos da Vida, do jornal Extra, o órgão disse que a ex-BBB não é nutricionista e não pode exercer a profissão no Brasil

“Comunicamos que a Sra. Mayra Cardi não é nutricionista inscrita no Sistema CFN/CRN e não está habilitada para exercer as atividades privativas do nutricionista, previstas na lei”, diz a doutora Dolly Meth Simas, coordenadora da Comissão de Fiscalização da entidade.

A publicação ainda diz que Mayra Cardi não foi acionada por ausência de provas documentais.

Entenda o caso:

O projeto “Mayra Seca Você” foi desenvolvido com o objetivo de ser personalizado para cada biotipo de cliente. Mas quem adquiriu o programa de dieta e malhação, tem denunciado que não é bem isso que eles receberam.

Em entrevista ao jornal Extra, Michele de Simone, de 31 anos, conta que quando os clientes da ex-BBB passaram a se comunicar, perceberam que os cardápios consumidos entre eles eram idênticos.

“Ela passava a mesma dieta para quem tinha 70kg e para quem tinha mais de 100kg. Achamos aquilo estranho e questionamos. Muita gente pediu o dinheiro de volta”, comentou a advogada tributarista Daniela Alves, que mora hoje em Portugal, e foi ouvida pela publicação.

Ela ainda fraturou o cóccix ao praticar um dos exercícios indicados por Mayra. “Ela dizia que a gente precisava sentir dor para que o resultado aparecesse”, recorda.

Além de tudo isso, no Snapchat, Mayra teria se descontrolado e chamado uma cliente que estava comendo coxinha de “vaca”.
Formada em cursos técnicos de nutrição e nutrição esportiva nos Estados Unidos, Mayra hoje é coach e criadora do “Mayra Seca Você”, com mais de 152 mil seguidores nas redes sociais.

Mas segundo Paulo Gentil, Doutor em Ciências da Saúde, graduado em Educação Física e autor de livros sobre emagrecimento e hipertrofia, ela não está credenciada a orientar ninguém.

A ex-BBB, no entanto, se defende, e diz que o programa dá resultados positivos e teria como provar isso.

“O certificado que eu possuo me permite atuar no mundo inteiro de onde eu estiver, inclusive no Brasil. Nunca chegou até nós do programa qualquer reclamação ou e-mail relatando isso. Falar é muito fácil. Vai chegar um determinado momento que terão que provar o que dizem. Estou muito tranquila, porque sei exatamente o que estou fazendo”, explicou.

MAYRA CARDI DIZ QUE NÃO PRECISA QUE CONSELHO APROVE SUA ATUAÇÃO: ‘SOU COACH’

Após declaração do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região, sediado em São Paulo, que atesta que Mayra Cardi não é nutricionista e assim não poderia exercer a profissão no Brasil, a ex-BBB decidiu se manifestar.

Mayra explica que não veio antes a público por conta da recuperação e posterior complicação no pós-operatório. “Bom, primeiramente queria esclarecer por que não respondi ainda ontem essas matérias, já que sou sempre tão rápida. Infelizmente, eu não estava tirando esse tempo para pensar na resposta, eu estava internada porque venho de uma cirurgia séria e deveria estar de repouso. Porém, não consegui, acabei tendo um péssimo pós-cirúrgico e na noite após tudo isso eu tive um quadro de estresse, minha pressão estava altíssima, uma dor de cabeça absurda, achei até que não estaria aqui para contar história… Mas estou, firme e forte”, conta Mayra.

Mayradi diz que tentou obter respostas do Conselho de Nutrição, sem sucesso
Mayradi diz que tentou obter respostas do Conselho de Nutrição, sem sucesso Foto: Reprodução/instagram

De acordo com a brasileira que criou o programa “Mayra Cardi seca você”, ela própria tentou entrar em contato por diversas vezes com o Conselho. “Muito me admira o Conselho responder ao jornal, pois eu mandei muitos e-mails para eles há 2 anos, em cima das dúvidas que me foram enviadas por eles e respondidas por mim com perguntas e eles nunca me responderam. E, olha, que cobrei muitas vezes. Não foram poucas, oito para ser mais exata, e a resposta foi “ainda não temos resposta e estamos analisando”. Dois anos para responder um email e de repente vem falar aqui com a maior facilidade?”, relata.

Mayra afirma que não precisa da autorização do Conselho de Nutricionistas para atuar. “A verdade é que eu não preciso da aprovação do Conselho de Nutrição e eles sabem disso. Precisa da aprovação do Conselho Federal de Nutrição quem é Nutricionista formado no Brasil. Caso eu fosse, jamais poderia atuar online, pois o Conselho de Nutrição não permite e, aí sim, eu estaria cometendo um erro”, justifica Mayra: “Eu sou coach, assim como vendo em meu site e como é descrito em minhas redes sociais, assim como os demais coachs que atuam no meu programa. Assim como é a Bella Falconi e o famoso Coach Bueno, muito bom por sinal. Por que nem eu nem o Bueno nem absolutamente nenhum outro coach precisamos do Conselho de Nutrição do Brasil? Porque temos outra profissão. Somos coachs formados em Nutrição Esportiva, entre outras”.

Mayra Cardi: programa que criou foi patenteado segundo ela
Mayra Cardi: programa que criou foi patenteado segundo ela Foto: Reprodução/instagram

Mayra Cardi cita aínda os cursos que fez nos EUA. “No meu caso, tenho outras formações, Sport Nutrition / Personal e Aerobics / Health Coach / Healthy Eating for Weight loss / Health Club Management/ Master Trainer / Stress Management / Youth Fitness. O meu programa é completamente diferente do que o nutricionista faz, fazemos o acompanhamento de cada pessoa por completo, é uma assessoria completa de estilo de vida. Desde cardápios gastronômicos com receitas exclusivas criadas por mim, à treinos preparados pelo meu treinador físico André Silva (devidamente registrado no CREF). Contamos com monitoramento particular de cada indivíduo para acompanhar suas dificuldades no cotidiano, no modo de preparo das receitas e em grupos motivacionais, tudo para mudar e inserir o cliente em um novo estilo de vida, saudável, sem produtos industrializados, remédios e porcarias normalmente receitadas sem qualquer necessidade. O meu programa foi criado por mim para inserir as pessoas de maneira completa e duradoura a um estilo de vida. Inclusive já é uma metodologia registrada. O que criei só eu e minha equipe podemos fazer”, explica.

Ela se defende ainda da acusação de exercício ilegal da profissão: “Se eu estivesse fazendo algo ilegal, eu já teria sido impedida pela lei. Faço meu trabalho de maneira correta, com embasamento técnico, fundamentado em todos esses cursos que já citei acima. Sigo regras diferentes das do Brasil, porque minha formação não é brasileira. Tenho mais de 1 milhão de seguidores nas redes sociais, porque meu trabalho é sério e apresento os resultados”.

Mayra Cardi diz que é coach e não nutricionista
Mayra Cardi diz que é coach e não nutricionista Foto: Reprodução/instagram

Mayra diz ainda que vai recorrer à Justiça para se defender do que julga serem inverdades ditas sobre elas por ex-clientes. “Todas as inverdades que estão sendo divulgadas na mídia serão contestadas na Justiça pela minha advogada Fernanda Nogueira Camargo Parodi”, garante.

Ex-BBB Mayra Cardi é acusada de incentivar transtorno alimentar

Hoje atuando como coach, a ex-BBB Mayra Cardi causou polêmica nas redes sociais em uma publicação em 28 de abril de 2021 e foi acusada de incentivar transtornos alimentares.

Em sua conta no Instagram, a influencer postou uma foto de seu corpo após ter feito um jejum de 7 dias. Na publicação, Mayra afirmou que ingeriu apenas água durante o período, que ela considerou como “mágico”.

De acordo com Mayra, o objetivo não era emagrecer, mas “conectar o corpo, mente e alma”. Ainda assim, ela destacou os efeitos no visual. “Olha, gente. Olha a pele, olha a cinturinha. Não tem nada”, escreveu.

Nem todo mundo concordou com a ex-BBB. Muitos deles, inclusive, foram ao Twitter criticar a postagem, dizendo que a influencer fazia apologia à anorexia e que ela não levava em conta que poderia afetar de forma negativa seus 6,2 milhões de seguidores no Instagram.

Após as reações negativas, Mayra postou um vídeo dizendo que “pesquisas e artigos comprovando o benefício do jejum à saúde” e que não incentiva o método para perder peso. “Eu NÃO FIZ nem sou a favor de fazer jejum para emagrecer! JAMAIS faria”, acrescentou.

Informações: G1 / R7 / Extra / Revista Menu

OUTRAS NOTÍCIAS