Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Terceiro suspeito de envolvimento na morte de delegado se apresenta na delegacia; arma usada foi apreendida

Terceiro suspeito de envolvimento na morte de delegado se apresenta na delegacia; arma usada foi apreendida

Policiais civis prenderam na tarde desta segunda-feira (23) o terceiro suspeito de envolvimento no assassinato do delegado Gesta Dermeval Costa Santos, 58 anos. Ele foi morto durante uma tentativa de assalto no Centro de Abastecimento, em Feira de Santana, na tarde do último sábado (23).

Elenilton Oliveira de Almeida, o “Léo”, de 19 anos, foi preso após se apresentar na Delegacia de Homicídios.

Segundo o delegado Fabrício Linard, titular da Delegacia de Homicídios (DH), Elenilton que já está com a prisão preventiva representada, foi ouvido na DH em seguida pelo delegado André Ribeiro, da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), que está a frente das investigações deste caso.

Elenilton informou que o envolvimento dele foi emprestar a arma para Kaio praticar o assalto. Ele se apresentou sem arma, mas os policiais da DRFR foram até o local informado por ele e fez a apreensão.

Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

Pela manhã outros dois suspeitos foram presos por investigadores da DRFR, entre eles o autor do disparo, Kaio Henrique dos Santos França, o “Oreia”, 18. Ele e Wilder Conceição de Jesus, conhecido como “Nego Lindo” 18, foram presos nos bairros Brasília e Rua Nova, respectivamente.

Elenilton disse que conhece Kaio há pouco tempo e que tinha uma arma para se proteger.

“Eu conheci Kaio um dia desse aí. Umas duas semanas. Ele já vinha me pedindo já. Eu tinha essa arma porque estava sendo ameaçado, eu pedi emprestado. O cara me emprestou e ela estava na minha mão, mas não era para fazer mal a ninguém não. Kaio me procurou e disse que queria a arma emprestada para fazer um dinheiro para ele. No dia do assalto eu e Wilder estávamos passando e bebendo e quando entramos na rua ele seguiu o caminho dele e depois a gente só escutou o disparo e depois vimos ele correndo. Eu não estava com ele na hora do assalto. O vídeo só mostra ele fazendo tudo sozinho. Eu não pratico assalto”, afirmou.

Fonte: Acorda Cidade  

OUTRAS NOTÍCIAS