São João: Comércio de Feira otimista com venda de produtos para período junino

Faltando menos de 30 dias para os festejos juninos, já podem ser encontrados em grande quantidade, os produtos típicos da época, principalmente no Centro de Abastecimento. Quem for ao entreposto encontra milho, amendoim e laranja, por exemplo, em fartura e com uma redução de preço em relação a 2022. 

Um levantamento feito pelo Jornal Folha do Estado, com comerciantes no Centro de Abastecimento de Feira de Santana, mostra que alguns alimentos típicos do São João registraram uma baixa de preço em relação ao ano passado. O comerciante Leonir da Silva, proprietário de uma box no local, diz que o preço da laranja está bom em relação ao mesmo período do ano passado. “Está de R$ 20 o pacote e a caixa de R$ 30. Botei na promoção de R$ 25 e R$ 15 o centro. O preço este ano está bom, porque antes da época de São João estava mais caro e ano passado também, quando cheguei a vender pelo dobro do preço. Tem muita oferta de laranja e a que mais sai é a de umbigo e a pêra para suco”.

Já a comerciante, Ângela Bispo, acredita que o preço do tradicional amendoim pode aumentar em meados de junho. “O movimento está variando. Quando tem um bom movimento vendemos de R$ 20 e quando cai o movimento vendemos de R$ 15 o balde com 5 litros. Acredito que o preço vai subir um pouco mais próximo do São João. No ano passado, o saco era vendido por R$ 160 e este ano caiu para R$ 140”, afirma.

O milho verde que também não pode faltar já começa ter boa saída entre consumidores e revendedores. “As vendas estão bem, graças a Deus. Estamos lutando aqui pela sobrevivência do dia a dia, esperando a clientela até o São João chegar. Hoje o saco com 100 unidades do milho está R$ 70, enquanto que no ano passado tava de R$ 90 e partir de R$ 1 a unidade”, diz o comerciante Pedro Andrade, conhecido como Dila do Milho do Verde.

A consumidora Joselita Santos aproveita o período para aumentar seus ganhos vendendo artigos juninos. “Já comprei meu milho, pois eu revendo nessa época. Vou levar um centro de milho para assar”.
 
O coco seco muito utilizado em bolos, canjica, mungunzá e até em licores também teve redução de preço em relação a 2022. “No momento ainda está barato, a partir de R$1,00 a unidade. Vendemos a unidade, dúzia e o centro. Não vai faltar coco, a previsão é que aumente a quantidade mais próximo das festas.
 
São João 2022

O preço do milho verde e amendoim também estavam mais caros. O cento do milho era encontrado a R$ 90, ou quatro unidades por R$ 5 nas bancas do Centro de Abastecimento. Já o amendoim tinha o preço variado e custava cerca de R$ 140, o saco de 10 quilos. A dúzia da laranja era vendida a R$ 6, em média.
 
Folha do Estado

OUTRAS NOTÍCIAS