Quem é o tricampeão mundial de jiu-jitsu acusado de estupros e roubos

O tricampeão mundial de jiu-jítsu Erberth Santos foi preso em flagrante nesta quinta-feira (24/8) em Boituva (SP), acusado de roubar e estuprar pelo menos quatro mulheres no Mato Grosso do Sul. Outro lutador, André Pessoa, também foi preso na mesma ação, suspeito de participar dos crimes
O lutador de 29 anos nasceu no Maranhão mas se mudou para Roraima quando ainda era jovem. A trajetória de Erberth na luta começou na capital do estado, Boa Vista (RR), onde começou a treinar jiu-jítsu aos 9 anos de idade
Conhecido como lobo, o lutador conquistou o título mundial de jiu-jítsu na categoria peso absoluto três vezes pela Confederação Brasileira de Jiu-jítsu Esportivo (CBJJE). O faixa preta também foi vice-campeão mundial pela International Brazilian Jiu-jítsu Federation (IBJJF), quatro vezes campeão brasileiro brasileiro pela CBJJE e campeão brasileiro outras duas vezes pela CBJJ.
Com uma carreira vitoriosa, Erberth também não colecionava só troféus, mas também polêmicas. Em 2019, o lutador participou de uma confusão generalizada no evento “BJJ Stars”. Na ocasião, ele partiu para cima da equipe de Felipe Preguiça, seu rival na época.

Erberth foi penalizado pela confusão e acabou excluído do ranking da Federação Internacional de Jiu-Jítsu (IBJJF).

Entenda

Erberth Santos foi preso junto com o também lutador de jiu-jítsu, André Pessoa. Os dois foram acusados de roubar e estuprar pelo menos quatro mulheres durante uma passagem dos dois por Mato Grosso do Sul. As informações são do Topmídia News..

Ao serem presos pela Polícia Militar (PM), foram encontrados 26 celulares roubados com os lutadores. Eles confessaram os roubos e também os estupros.
Segundo relatos das vítimas, as ações eram praticadas com muita violência. Os homens amarravam as vítimas, ameaçavam e as agrediam, usando facas e armas de fogos para imobilizarem seus alvos.

Informações extraídas do Metrópoles

OUTRAS NOTÍCIAS