Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Prefeito Colbert anuncia aposentadoria política e não deve mais disputar eleições

Prefeito Colbert anuncia aposentadoria política e não deve mais disputar eleições

A carreira política do prefeito Colbert Filho deve chegar ao fim após o término do seu mandato de prefeito de Feira de Santana, em 31 de dezembro de 2024. Pelo menos foi o que informou em entrevista ao Programa Rotativo News, respondendo pergunta do jornalista Augusto Ferreira, editor do Protagonista.

Colbert, em entrevista ao jornalista Joilton Freitas, âncora do Rotativo News, falava sobre relocação de feirantes da rua Marechal Deodoro, a crise no Shopping Popular e sobre mais um xingamento do presidente da Câmara, Fernando Torres. Ao final da entrevista, foi questionado sobre seu futuro após o fim do mandato de prefeito.

“O sr. ao término do seu mandato, pretende ainda disputar eleição? Deputado estadual ou federal, por exemplo?”, perguntou o jornalista Augusto Ferreira. Colbert disse o seguinte: “tranquilamente vamos voltar voltar para a Universidade Estadual de Feira de Santana, instituição na qual sou professor, e concluir meu doutorado”, afirma.

Sobre disputar novas eleições, Colbert praticamente descartou: “A vida é um ciclo. Acredito que em 2024 outros políticos mais jovens, com novas ideias, estarão aptos a representar Feira de Santana, como sempre fiz quando estive na Câmara dos Deputados”, pondera.

Colbert se formou em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia, UFBA, sediada em Salvador, em 1978. Foi chefe de Medicina Social do Instituto Nacional de Assistência Médica e Previdência Social (INAMPS), entre 1985 e 1987, diretor regional de Saúde da Diretoria Regional de Saúde (DIRES), entre 1987 e 1989, subsecretário de Saúde da SESAB, em 1989; professor de Epidemiologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), desde 1989. Em Salvador, foi diretor do Sindicato dos Médicos do Estado da Bahia, entre 1990 e 1992 e vice-presidente da Associação Baiana de Medicina (ABM), entre 1995 e 1997. Nomeado secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo do Ministério do Turismo, em 2011.

Foi candidato a prefeito de Feira de Santana em 2000, 2004 e 2008, tendo ficado em segundo lugar em todas as ocasiões. Em 2 de outubro de 2016 foi eleito vice-prefeito de Feira de Santana na chapa liderada por José Ronaldo, com 71,12% dos votos válidos, para o período de 1º de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020. De 1º de janeiro de 2017 a 6 de abril de 2018 exerceu o cargo de vice-prefeito de Feira de Santana.

Em 7 de abril de 2018, após a renúncia do titular José Ronaldo pra concorrer ao Governo do Estado da Bahia, em outubro, assumiu a prefeitura de Feira de Santana até o final do mandato de seu antecessor. Reeleito em 2020. Foi deputado estadual entre 1991 e 1995 e deputado federal por três mandatos.

Informações: Olá Bahia

OUTRAS NOTÍCIAS