Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Mulher acusada de atear fogo em companheiro é condenada a 12 anos

Mulher acusada de atear fogo em companheiro é condenada a 12 anos

mulheres-marido-cortada.png

Uma mulher, de 41 anos, acusada de atear fogo e matar o companheiro em Feira de Santana, foi condenada a 12 anos e um mês de prisão em regime fechado. O julgamento foi realizado no Fórum Filinto Bastos, também em Feira de Santana, na quinta-feira (2), e terminou por volta das 22h.

Na ocasião, a amiga da condenada, Maria Daniele Camilo do Nascimento, de 28 anos, apontada por participação na morte do homem, também foi julgada, mas absolvida. À época do crime, as duas moravam no mesmo imóvel.

O crime ocorreu em agosto do ano passado. Durante o julgamento, a mulher da vítima, Mônica Maria da Silva, relatou que cometeu o crime contra Deraldo Miranda Rios, de 46 anos, depois de uma discussão. Mônica contou ainda que era agredida frequentemente pela vítima. Ele ficou internado por seis dias, mas não resistiu.

À polícia, Mônica relatou que havia tentado terminar com Deraldo, mas ele não aceitava o fim do relacionamento. Eles tinham um relacionamento de dois anos e seis meses.

As amigas foram presas no mesmo dia do crime, que aconteceu em uma casa, na Rua Papa João XXIII, bairro Chácara de São Cosme. Mônica foi presa na rodoviária da cidade, enquanto tentava embarcar para a cidade de Maceió (AL). Já Daniele foi detida quando foi encontrar com a amiga na rodoviária.

OUTRAS NOTÍCIAS