Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

MORTA PELO MARIDO, BRUNA QUIRINO ERA INFLUENCER E PROFESSORA DE DANÇA

MORTA PELO MARIDO, BRUNA QUIRINO ERA INFLUENCER E PROFESSORA DE DANÇA

A madrugada de ontem (6), a influencer Bruna Quirino, de 38 anos, foi assassinada em Valinhos (SP), no condomínio em que morava. Segundo a polícia, o responsável pelo crime foi o marido dela, Rodrigo Quirino, 42, com quem tinha um compromisso há mais de 20 anos. Autoridades relataram que, por volta das 23h do dia anterior ao assassinato, vizinhos e filha do casal, que morava com eles, começaram a ouvir gritos vindos do quarto em que ambos dormiam.

A jovem de 20 anos, cuja identidade está sendo preservada, teria presenciado o próprio pai esfaqueando a mãe. Após provocar a morte da esposa, Rodrigo cometeu suicídio. 

Nas redes sociais, moradores de Valinhos e de cidades vizinhas prestaram solidariedade à família de Bruna.

“Ela não era apenas uma mulher: era mãe, empreendedora, comunicativa, cheia de sonhos”, escreveu uma vizinha. “Um ser de luz que deixou sua marca”, escreveu um colega de trabalho.

Professora de dança Bruna trabalhava como professora de dança em uma academia e era querida por seus alunos. No Instagram, o estabelecimento onde trabalhava publicou um vídeo dela dançando o funk “Nem Gama”, gravada por MC Dede, seguido da legenda: “Não, não vamos postar ‘luto’ ou nada que remeta a algo triste, por pior que seja. A imagem que vamos deixar dela é de algo que ela fazia de maneira única. 

OUTRAS NOTÍCIAS