Mensagens indicam que Dominguetti negociava comissão de 25 centavos de dólar por dose de vacina

O cabo da Polícia Militar Luiz Paulo Dominguetti teve o celular apreendido na sessão da CPI da Covid, na última quinta-feira (1º). Uma análise preliminar das mensagens, ainda sob perícia, já identificou cerca de 900 caixas de diálogos. Algumas conversas indicam que Dominguetti negociava por dose de vacina uma comissão de vinte e cinco centavos de dólar. A informação foi revelada pelo “Fantástico”.

No dia 10 de fevereiro, Dominguetti envia a seguinte mensagem a um contato identificado como Guilherme Filho Odilon: “Estamos negociando algumas vacinas em números superior a 3 milhões de doses. Neste caso a comissão fica em 0,25 centavos de dólar por dose”.
E explica: “O que estamos fazendo é pegar o volume da comissão e dividimos de forma igual a todos os envolvidos, claro que proporcionalmente aos grupos. Sendo três pessoas, eu, você e seu parceiro não teria objeções em avançar neste sentido”.

Informação: Política Livre 

OUTRAS NOTÍCIAS