Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Mais um corpo é encontrado em área de deslizamento em Santos

Mais um corpo é encontrado em área de deslizamento em Santos

A prefeitura de Santos informou, no final da noite desta quinta-feira (5), que equipes de buscas encontraram o corpo de um homem no Morro São Bento, elevando a quatro o número de pessoas mortas em deslizamentos na cidade provocados pelas fortes chuvas do último final de semana.

A vítima era uma das cinco pessoas desaparecidas no local. Seguem buscas por uma mulher e três crianças, na mesma área afetada por deslizamento de terra.

Entre terça e quarta-feira (4), os bombeiros localizaram duas pessoas no Morro do Tetéu – um homem, de 20 anos, e uma mulher, de 39 -, e um homem, de aproximadamente 40 anos, no Morro do Pacheco.

Também na quinta, o número de desaparecidos subiu em Guarujá de 16 para 37. Segundo a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros, as autoridades fizeram o cruzamento das listas de moradores do Morro Barreira do João Guarda do Programa Saúde da Família e da Defesa Civil. Ainda segundo as autoridades, mais de 50 casas foram atingidas pelo deslizamento no bairro, por isso, é possível que esse número de desaparecidos suba ainda mais.

Ainda segundo a Defesa Civil, além dos 37 desaparecidos em Guarujá, há 4 em Santos e 1 em São Vicente.

Veja onde ocorreram as mortes:

  • Guarujá: 23 mortes
  • Santos: 4 mortes
  • São Vicente: 2 mortes

A tempestade causou alagamentos em vias públicas, afetou serviços (transporte, educação, fornecimento de água, energia elétrica e telefonia) e fez rodovias serem bloqueadas.

Em um período de 24h, de acordo com dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), choveu 320 mm em Guarujá, valor muito acima da média de 263 mm prevista para março. Em Santos, choveu 239 mm, perto da média de 257 mm. Já em São Vicente foram registrados 207 mm de chuva, abaixo da média de 257 mm prevista para o mês todo.

Fonte: G1

OUTRAS NOTÍCIAS