Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Justiça determina fechamento de empresa em Feira de Santana após quatro trabalhadores testarem positivo para coronavírus

Justiça determina fechamento de empresa em Feira de Santana após quatro trabalhadores testarem positivo para coronavírus

A empresa Descart, localizada em Feira de Santana, foi obrigada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) a fechar após quatro pessoas serem diagnosticadas com coronavírus. A decisão é liminar e foi concedida pelo desembargador Washington Pires Ribeiro. Outros sete funcionários estão com suspeita da doença, aguardando resultados de exames.

Se descumprir a decisão, a empresa pode pagar multa de R$ 10 mil por dia. A Descart atua no setor de comércio de fraldas higiênicas e possui 25 trabalhadores. Dos casos confirmados de Covid-19, estão os dois sócios da distribuidora.

Segundo o Blog do Velame, o procurador Ilan Fonseca, autor da ação, avisou que à Justiça que a Descart não estava cumprindo a recomendação feita no último dia 1º pelo MPT e pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador de Feira de Santana (Cerest) de paralisação das atividades.

A investigação preliminar apontou que os funcionários teriam sido contaminados nos últimos dias. “A exposição dos empregados ao contato com pessoas comprovadamente portadoras da virose constitui grave risco à saúde de cada um deles, de seus familiares e à saúde pública”, destacou o MPT.

OUTRAS NOTÍCIAS