Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Influencer Feirense gasta R$ 9 mil em parodia do clipe de Iza e viraliza na internet; ‘Não dá pra superar’, disse a cantora

Influencer Feirense gasta R$ 9 mil em parodia do clipe de Iza e viraliza na internet; ‘Não dá pra superar’, disse a cantora

Produzir conteúdo para a internet não é tão simples quanto parece. O digital influencer baiano Thiago Teixeira, de 29 anos, desembolsou mais de R$ 9 mil para fazer um remake do clipe Gueto, da cantora pop Iza.

Ele postou o vídeo no dia 30 de junho, em uma rede social, e na segunda-feira (19) já ultrapassava a marca de 110 mil visualizações. O remake fez tanto sucesso na internet que chegou até a cantora Iza. Ela compartilhou o vídeo em uma rede social, que já acumula mais de 728 mil visualizações.

Além de compartilhar o remake estrelado por Thiago em sua homenagem, Iza ainda fez questão de agradecer e elogiar o trabalho do artista.

‘AHHHH!!!!! Meu Deus!!!!! ✨😩✨ Não da pra superar esse remake! Eu tenho os talismãs mais talentosos do mundo! Vocês me surpreendem sempre! @othiagoteixeira obrigada por essa homenagem incrível ❤️💐 GUETO é sobre isso, representar quem somos e de onde viemos com orgulho! Ficou lindo demais!!!!’

Thiago estava assistindo ao clipe na hora que Iza mencionou e ficou extremamente feliz com o reconhecimento da cantora.

“Quando vi, achei que era fã clube, porque muitos fãs dela amaram e saíram compartilhando nas redes sociais. Só que aí percebi o selo azul de verificado e gritei. O bairro inteiro comemorou, a gente começou a gritar na janela e aplaudir”, conta emocionado.

O influencer já ganhou quase 10 mil seguidores desde que Iza compartilhou o remake dele.

Gravação

Natural de Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, o baiano reformou a fachada de cinco casas, pintou a bandeira do Brasil no chão da rua, contratou equipe audiovisual, alugou figurino e até profissional de maquiagem.

“Eu já tinha feito um remake de Girl From Rio, de Anitta, mas não tinha sido tão profissional quanto esse. Deu engajamento muito grande na minha rede social, então decidi gravar outro. Quando Iza lançou Gueto, eu fiquei apaixonado e decidi gravar”, conta.

Influencer baiano gasta mais de R$ 9 mil para fazer remake do clipe de Iza e viraliza na internet — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Influencer baiano gasta mais de R$ 9 mil para fazer remake do clipe de Iza e viraliza na internet — Foto: Reprodução/Redes Sociais

De acordo com o baiano, um dos trechos do vídeo que mais viralizou na internet foi a bandeira pintada no chão da rua, pois nela consta a frase “Fora Bolsonaro” no lugar da tradicional “Ordem e progresso”.

“Eu não queria só humor. Coloquei parte cômica, claro, mas quis chamar atenção para a situação atual do nosso país, porque o gueto é fora Bolsonaro, querendo ele ou não. Também tem um momento que uso uma blusa escrito ‘Vacina, sim'”, explica.

Segundo o influencer, o remake foi gravado em nove cenários. Entre eles estão os bairros de Rua Nova, Tanque da Nação e Tomba, em Feira de Santana, e um dos cartões postais mais lindos da capital baiana: o Pelourinho. Toda a produção do vídeo durou cerca de 15 dias.

“Quero mostrar o meu povo, meu bairro. A mercearia é de minha tia, o acarajé é de meu pai. Todo mundo que participou é da minha família ou amigo meu. Até quem tinha vergonha me ajudou nos bastidores”, comenta.

Para Thiago, ter o apoio da família e dos amigos foi muito importante. “Minha família sempre foi minha base. Eu fiquei muito, mas muito feliz por todo apoio e isso me motivou a cada dia acreditar que esse remake acontecesse. Descobri ainda mais que toda educação que tive foi mostrada em atitudes no apoio que eu tive”, diz.

‘Representatividade importa’

Influencer baiano gasta mais de R$ 9 mil para fazer remake do clipe de Iza e viraliza na internet — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Influencer baiano gasta mais de R$ 9 mil para fazer remake do clipe de Iza e viraliza na internet — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Preto, gay, nascido e criado na favela. É assim que Thiago se identifica. Para ele, a representatividade é extremamente importante.

“Acredito que muitos pretos e pretas têm grandes sonhos e, perante as dificuldades que vivemos na sociedade racista, somos barrados o tempo todo”, relata.

“Sou muito grato pela oportunidade da vida e por meu público poder me proporcionar todo esse alcance. Quero continuar inspirando pretos e pretas, porque se eu posso, eles também podem”, comenta.

“A favela já foi sinônimo de algo pejorativo e eu já senti isso na pele, viajei para fora do país e conheci lugares incríveis aos nossos olhos, mas nada muda o apoio e os talentos que lá [na favela] habitam e que merecem reconhecimento”, diz.

Como homem gay, Thiago diz que “isso é uma fatia” dos problemas que cada um vive dentro da comunidade LGBTQIA+. Ele vê a cultura drag como algo riquíssimo, de muito talento e arte.

“Mesmo não me vendo profissionalmente como drag, me sinto representado e feliz de muitas terem me inspirado, de poder prestigiar o trabalho delas e ter muitas referências para as transformações feitas para o clipe”, conta.

“A bandeira da comunidade LGBTQIA+ é levantada toda vez que ocupamos um espaço”, afirma.

Para o futuro, Thiago planeja continuar criando conteúdo para a internet e tem como maior sonho ser reconhecido por esse trabalho.

“É muito difícil criar conteúdo hoje, a gente tem medo, porque qualquer deslize é motivo para as pessoas te cancelarem”, comenta.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS