Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Homem é condenado por infectar 32 mulheres e um bebê com HIV

Homem é condenado por infectar 32 mulheres e um bebê com HIV

49765wj8fx_4da5e6soyd_file

Foi condenado na última sexta-feira (28), um homem acusado de infectar, intencionalmente, mais de 30 mulheres com HIV, vírus que transmite a Aids. De acordo com a polícia, Valentino Talluto conheceu, por meio da internet, mais de 53 mulheres, com as quais fez sexo sem proteção e não contou que era portador do vírus até ser preso.

De acordo com depoimento das vítimas, quando algumas delas lhe pediam para fazer sexo com proteção, Valentino, que é italiano, alegava uma possível alergia e dizia que tinha acabado de fazer um teste, no qual descartava qualquer doença sexualmente transmissível.

De todas as vítimas, 32 mulheres foram infectadas, assim como os cônjuges de três delas e o bebê de uma quarta. A criança nasceu com encefalopatia (inflamação no cérebro), segundo os médicos, “devido ao vírus HIV contraído da mãe durante o nascimento”.

Algumas delas continuaram com Talluto meses depois de descobrirem que tinham o vírus. No final, foi a traição compulsiva dele – o italiano chegava a manter seis relacionamentos ao mesmo tempo – que as afastou. O homem foi preso em novembro de 2015.

Foto | BBC Brasil

 

OUTRAS NOTÍCIAS