Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Funcionários da Prefeitura de Feira estão sem receber pagamentos há mais de dois meses; ADM, ASM, CONFIANÇA, IBDS, IMAPS, INSAUDE e IGI, são algumas das empresas responsáveis

Funcionários da Prefeitura de Feira estão sem receber pagamentos há mais de dois meses; ADM, ASM, CONFIANÇA, IBDS, IMAPS, INSAUDE e IGI, são algumas das empresas responsáveis

Diversos trabalhadores que prestam serviços nos diversos órgãos da Prefeitura Municipal de Feira de Santana estão com salários atrasados. Há casos em que os profissionais ainda não receberam os pagamentos de dezembro de 2021. É o que mostram as diversas denúncias que chegam todos os dias aos meios de comunicação da cidade, que, por medo de represálias, perseguições, e ameaças de perderem os empregos e direitos, os trabalhadores solicitam para não serem identificadas, e outros muitos ficam coagidos a não reclamar.

Veja a seguir algumas das mensagens transcritas na íntegra:

“Estamos passando necessidade, a empresa INSAUDE só diz que não tem previsão de pagamento, sempre é assim, só pagam depois que vamos as mídias e fazemos protesto, isso é uma humilhação, temos direito de receber pelo que trabalhamos, sem precisar estar nos humilhando. Os cargos “menores”, profissionais de higienização, técnicos de enfermagem, cozinheiros, todos sem receber, mas a maioria tem medo de se expor, pois são oprimidos pela diretoria e temem ser demitidos caso falem. A empresa paga os cargos maiores como os funcionários do setor administrativo, médicos, e o restante deixa pra pagar quando querem. Pelo que sabemos a prefeitura já repassou a verba mas eles não querem nos pagar pois o dinheiro está correndo juros em conta nos bancos, não sabemos se é verdade, mas de qualquer forma essa situação nos deixa indignados, pois o dinheiro é nosso, é merecido pelo nosso trabalho, e eles estão com o valor em mãos e não nos pagam”.

“Na segunda-feira (07), os funcionários que prestam serviços para a Prefeitura de Feira completaram dois meses sem receber dinheiro, sem pagar as contas, sem saber como colocar a comida na mesa, de incertezas, de desespero. E ninguém diz quem é o responsável por esse absurdo. É uma total desorganização! A Prefeitura de Feira de Santana contratou diversas empresas sem a capacidade econômica para garantir o pagamento dos salários dos prestadores de serviços. Um erro contratual. A maioria dos contratos estão na Secretaria de Saúde. O que demonstra a incapacidade da atual gestão de gerir uma das principais pastas do município”.

“Gostaria de fazer uma denuncia anônima. Nós funcionários da empresa IGI sairíamos de férias dia 16/02 e só hoje 11/02 fomos avisados da suspensão das férias, alegando falta de repasse de salário da prefeitura para a empresa, um absurdo, uma falta de respeito conosco, faltando 5 dias, desfazendo toda uma programação que fazemos, gostaria de uma resposta e uma solução do prefeito sobre isso, agradeço o espaço dado”, conta a denunciante.

“Hj já são 14 e os funcionários da imaps ainda não receberam salário, como pode pai e mãe de família trabalhar de graça”.

“Bom dia amigo! O salário ainda nada. Ajuda por favor. Todo mês é essa história. Isso é desumano com o pessoal da upa”.

“Venho a pedido de amigos que trabalham na saúde de Feira de Santana, que estão sem receber desde dezembro de forma totalitária e hoje foi dito pela cooperativa que não há previsão de salário de janeiro e fevereiro. Infelizmente não podem manifestar pois parando de trabalhar ou indo até a imprensa serão demitidos”.

“Bom dia, gostaria de fazer uma denúncia anônima, nós funcionários do HGCA pela Fundação José Silveira, que saímos de férias no mês de Janeiro estamos até hoje, dia 14/02, sem receber nosso dinheiro, já ligamos várias vezes para o RH e eles só informam que não sabem quando vai pagar, nosso contracheque de janeiro vem mostrando que já recebemos esse dinheiro no dia 30/12, não temos nem mais dinheiro de passagem para continuar indo para o trabalho, não podemos colocar a nossa cara pq só temos esse emprego e se reclamar muito, somos demitidos. Por isso, não vou falar meu nome, eu preciso pagar minhas contas, fazer minha feira, não temos dinheiro para mais nada”.

Alguns profissionais já até realizaram uma manifestação e informaram que foi depositado na primeira semana de fevereiro, somente, R$ 300,00 referente ao mês de dezembro. “Viemos aqui no escritório da empresa para saber o que está acontecendo. O salário de dezembro era pra ter sido pago até o 5° dia útil de janeiro. Só agora em fevereiro que fazem o depósito de R$ 300. Como pode isso? Nós trabalhamos e queremos o nosso salário todo. Temos contas para pagar”, desabafou um dos trabalhadores.

Infelizmente a situação está longe de ser resolvida, já que a Prefeitura de Feira e o Secretário Marcelo Brito, da pasta da Saúde, a que mais apresenta problemas com atraso de salários dos prestadores de serviço, não tomam nenhuma providência administrativa para solucionar os constantes atrasos, e usam as vidas da população como reféns para fazer joguetes políticos contra a oposição ao Governo na Câmara dos Vereadores, culpando a não votação do Orçamento, pelos atrasos.

Mas para deixar claro, as situações não tem relação, pois a saúde como sendo serviço essencial, tem verba liberada e o Prefeito Colbert pode utilizar até 1/12 avos, do orçamento referente ao ano de 2021, a cada mês, enquanto o orçamento não é aprovado, e o mesmo ainda não foi votado muito mais por conta de manobras da prefeitura, para que sejam aprovados trechos que sejam convenientes a Gestão Municipal, e anular a LOA, votada pela Casa Legislativa, que restringe o Prefeito Colbert Martins, e o obriga a utilizar o dinheiro público a favor da população e não como queira, como foi em gestões anteriores.

O discurso falso e falacioso já se tornou prática comum entre os órgãos públicos de Feira de Santana a mando da Prefeitura, sendo copiado até por algumas das empresas responsáveis pelo pagamento. O Instituto Baiano para o Desenvolvimento da Saúde – IBDS, empresa contratada pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana para fornecimento de mão-de-obra, divulgou uma nota para os colaboradores informando que o atraso no pagamento dos salários de dezembro de 2021 e janeiro de 2021 são por conta da não aprovação do orçamento de 2022.

O orçamento de 2021 foi aprovado, que é de onde o valor para pagamento dos meses de dezembro e janeiro, que nada tem a ver com o orçamento de 2022. A empresa teria que ter pago os salários com os valores repassados de 2021, o que não foi feito, e o secretário de saúde, Marcelo Britto, lavou as mãos, informando que as empresas é quem tem a responsabilidade de pagar os funcionários em dias.

A nota não passou de uma tentativa de enganar a população e não apaga a irresponsabilidade de quem contratou e mantem esta empresa para prestar um péssimo serviço ao município, já que não cumpre com as suas obrigações.

Informações: Blog do Igor

OUTRAS NOTÍCIAS