Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Fernando Torres diz que não descarta ir para a oposição caso não seja bem tratado por Colbert

Fernando Torres diz que não descarta ir para a oposição caso não seja bem tratado por Colbert

O presidente da Câmara de Feira de Santana, vereador Fernando Torres (PSD), declarou ao Programa De Olho na Cidade (Sociedade News FM), nesta segunda-feira (5), que não descarta ir para oposição na Casa da Cidadania.  O embate ocorre após o projeto de lei do refinanciamento tributário ainda não ter sido votado no legislativo.

“Claro que é possível sim, depende do tratamento do prefeito conosco. Sendo bem tratado ficamos no governo. Esse bom tratamento não precisa ser de abraços e elogios, só queremos ser ouvidos. Apenas isso”, declarou.

Ainda de acordo com Torres não existe uma briga contra Colbert, embora esteja desconfiado que até a própria prefeitura de Feira possa acreditar de modo diferente.

“Não quero que o prefeito me atenda com abraços e beijos, queremos pautar reivindicações das comunidades e nenhum vereador está insatisfeito, são apenas 90 dias de governo. Agora entendo que é um começo muito ruim de Colbert, o prefeito precisa ouvir as pessoas que apenas querem o melhor para cidade”.

Independente

O presidente do Poder legislativo contou que é um vereador independente tanto que foi contrário ao posicionamento do diretório estadual de sua sigla partidária que não queria apoiar o atual gestor da cidade antes das eleições.

“Quando é preciso eles acreditam que estamos apoiando, agora porque um projeto segue cumprindo o regimento da Casa não sou mais aliado. Infelizmente esse é o pensamento”, disse.

Ainda segundo Torres, se Colbert deseja manter o grupo próximo precisa dialogar.

“Não vou falar o que Colbert quer ouvir e sim o que eu penso.  É um começo de convivência que tem um prazo para acabar em 48 meses, tanto para os vereadores como para o prefeito e nestes três meses temos parlamentares que ainda não foram atendidos”, completou.

Informações: Conectado News

OUTRAS NOTÍCIAS