Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Desinfluencer digital: especialistas fazem alerta sobre produtos indicados por blogueiros

Desinfluencer digital: especialistas fazem alerta sobre produtos indicados por blogueiros

Em tempo de redes sociais, o Instagram se torna vitrine para os mais diversos produtos. No entanto, basta uma sequência de palavras desconexas para que a possível finalidade do que está sendo vendido se perca e ele passe a ser tratado como o santo Graal.

E nisso, a soma de “influenciador digital + produto não recomendado por especialista + informações desencontradas”, pode causar um prejuízo para o comprador/ seguidor.

Como foi o caso da influenciadora Marina Ferrari, confinada em ‘A Fazenda 13’. A alagoana afirmou em suas redes sociais meses antes de entrar no programa, que não estava utilizando máscara para se proteger da Covid-19, mas que se cuidava com um suplemento alimentar, uma gominha que faz o cabelo crescer.

Segundo a influenciadora, o produto, que além de auxiliar no crescimento de unhas e cabelo, teria como uma de suas funções fortalecer o sistema imunológico, e com isso prevenir contra o coronavírus.

“Minha vitamina, que auxilia no crescimento e fortalecimento de cabelo, unha, também tem outras vitaminas, vitamina C, vitamina D, que auxiliam na imunidade. Tudo que ajuda na imunidade, previne contra o corona”, informou.

Por se tratar de um produto voltado para a área da dermatologia, o Bahia Notícias foi atrás de um profissional para tirar a dúvida criada pela blogueira. Ao site, a médica dermatologista e professora da UniFTC, Larissa Caminha, esclareceu a polêmica envolvendo as gominhas:

“O produto não protege contra o coronavírus. O sistema imunológico é fortalecido, de modo geral, com uma alimentação saudável, com hábitos de vida saudáveis. Não podemos nem usar o termo prevenir porque é complicado como as pessoas interpretam. O que previne contra o coronavírus é o distanciamento social, uso de máscara, higienização, o cumprimento das medidas sanitárias”.

Segundo a profissional, os especialistas não costumam prescrever polivitamínico para os pacientes sem antes investigar a causa da deficiência de vitaminas e alertam para o consumo aleatório das vitaminas.

“Cada paciente a gente vai investigar. Não tem como generalizar a deficiência. Esse hábito de tomar polivitamínicos aleatoriamente, em geral, são promessas do marketing para conseguir vender o produto”.

A dúvida sobre a goma que promete crescimento e fortalecimento de unhas e cabelos se estende para outros produtos indicados por influenciadores, como carvão para os dentes, gel redutor de medidas e inibidores de apetite sendo assim, o site resolveu trazer a opinião de especialista sobre eles. Confira abaixo:

GOMA PARA CRESCIMENTO DE UNHAS E CABELO
“Nada faz o cabelo crescer mais rápido. Esse é um fator determinado pela genética. Quanto a queda de cabelo é um sintoma que pode ter diversas causas para isso estar acontecendo. Deve ser investigado individualmente com um dermatologista. Existem diversas causas e algumas delas podem se resolver com o tempo, sozinha. Inclusive tem vitaminas que em excesso levam a piora da queda, como é o caso da vitamina A”, afirma a dermatologista Larissa Caminha.

CREME PARA CLAREAMENTO DE VIRILHA E AXILA
“Esses produtos precisam ter bastante cuidado. São áreas sensíveis. Os produtos clareadores devem ser de prescrição médica porque em áreas sensíveis pode levar a piora da mancha, a nova irritação. E é necessário também descobrir o porquê dessa mancha, se é alergia a lâmina de barbear, ao desodorante, ou se é sinal de alguma doença como a diabete”, ressalta Caminha.

GEL REDUTOR DE GORDURA
“Tudo que é aplicado na pele pode causar uma dermatite de contato, uma irritação. E pode levar a outra doença. O gel redutor de medidas não tem fundamento cientÍfico. É um gel que vai massagear. O que reduz a medida é a alimentação, o exercício físico”, diz a dermatologista.

Foto: Reprodução / Instagram

CARVÃO ATIVADO PARA OS DENTES

“A função do carvão em clarear está na potência abrasiva dele, como se tirasse a película amarelada que surge nos dentes, e expõe a parte branca do dente. A curto prazo, os malefícios do carvão ativado nos dentes é a inflamação da gengiva e língua, a sensibilidade ao uso do fio dental, pelo sangramento constante com essa gengiva que já vai estar inflamada. E a longo prazo uma grande sensibilidade dentária. O carvão é extremamente abrasivo, então ele vai tirando toda película protetora que existe no esmalte do dente. Que é o que protege o dente de todas essas agressões”, pontua a cirurgiã-dentista Agnes Lorena Carneiro, que ressalta a importância de um acompanhamento profissional e o clareamento em um consultório.

EMAGRECEDOR TERMOGÊNICO E INIBIDORES DE APETITE

“Do ponto de vista da validação científica, essas pílulas para emagrecimento são questionáveis. Elas são uma combinação de nutrientes de determinados produtos bioquímicos que muitas vezes fazem falsos emagrecimento, por acabarem interferindo no mecanismo de saciedade e da fome, mas não tem a perda de peso sustentável e as pessoas acabam por perder peso de modo abrupto. E se não estiver acompanhado por um profissional que tem capacidade de ajudar as pessoas a manter esse peso sustentável, elas acabam com o reganho. Muitas dessas substâncias nós utilizamos nas práticas clínicas”, conta o médico nutrólogo Whastingon Abreu, professor da universitário da UniFTC.

Foto: Reprodução / Divulgação

Para o nutrólogo, é importante que os consumidores e pacientes se atentem ao fato de que a exceção não é uma regra, principalmente ao se falar dos medicamentos relacionados ao emagrecimento. É possível que o medicamento indicado funcione para alguns, mas não tenha efeito em outros. Por isso a necessidade de um acompanhamento médico antes do uso.

“Os medicamentos que as pessoas utilizam nas redes sociais podem de fato emagrecer? Pode. Qual é o problema? Ser indicado por alguém que não conhece os fundamentos que embasam cada classe de medicamento. O grande problema é o uso do que seria o efeito colateral como benefício. Aquele nutracêutico que fala da saciedade, que por conta dela você perde apetite e por conta dela você perde peso. E por conta disso vem a desnutrição induzida”.

É necessário lembrar que os indicados pelos influenciadores digitais apresentam o registro Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que garante que o produto não irá comprometer a saúde da população.

Informações: Bahia Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS