Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Delegado Fabricio Linard explica como foi elucidado o crime e como prenderam o assassino de Bruna Santana Mendes

Delegado Fabricio Linard explica como foi elucidado o crime e como prenderam o assassino de Bruna Santana Mendes

delegado 1

Nesta madrugada de terça-feira (19) Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana (DH/Feira) prenderam Gilmar Dantas dos Santos, 41 anos, acusado de matar a adolescente Bruna Santana Mendes.

O Delegado Fabricio Linard, o Coordenador Roberto Leal, os Peritos Dr.João e Dr.Danilo do DPT de Feira de Santana  falaram como foi elucidado o crime e como prenderam o assassino de Bruna Santana Mendes.

O Coordenador Roberto Leal falou de que forma o polícia conseguiu prender o Gilmar Dantas dos Santos ” O trabalho foi desenvolvido pela DH há algum tempo, a 1° Coorpin auxiliou no que foi necessário e nós fizemos essa investigação em uma grande parceria, e foi possível chegar ao resultado, Dr Fabricio representou pela prisão e hoje obteve êxito em prender esse indivíduo” afirmou

1

“O Gilmar nós tínhamos ele como um suspeito, dentre tantos outros que  a investigação nos trouxe, mais uma prova pericial que foi a comparação do DNA, nos trouxe a confirmação inquestionável que o Gilmar foi o autor do crime que resultou com a morte da menina Bruna, então solicitamos a justiça, representamos pela prisão preventiva do mesmo o que prontamente deferindo juntamente com uma busca e apreensão na residência do mesmo, e na manhã de hoje cumprimos esses mandados de que forma  que conseguimos prendê-lo pôr força dessa preventiva e nas buscas, resultou na apreensão do aparelho de celular do mesmo e de um carrinho de mão que ele afirmou ter sido utilizado para levar e despejar o corpo da garota na margem da avenida contorno” afirmou o Delegado Fabrício Linard

delegado

O delegado durante as investigações falava que havia um outro suspeito “ A Bruna desapareceu no domingo dia 18 de fevereiro e na quarta-feira seguinte ela foi encontrada morta a margem da avenida contorno, em sacos de linhagem utilizado inclusive por pessoas que trabalham com reciclagem, e logo no primeiro momento tínhamos de suspeitos o namorado da mesma, que esteve com ela shopping, um moto táxi que fez o transporte dela para casa, e logo em seguida denúncias nos trouxeram que alguns indivíduos envolvidos com drogas no bairro seriam suspeitos e tudo apontava para esses indivíduos, então fizemos uma diligencia que logamos na apreensão desses rapazes, trouxemos aqui para delegacia, fizemos interrogatório e dessa suspeita que representamos pela prisão temporária, como todos já sabem de uns de 30 dias e alguns 60. Mais ao mesmo tempo desenvolvemos várias linhas de investigação, tinha a linha de investigação do namorado, a desses indivíduos do mesmo bairro que ela que foram presos temporariamente e a do Gilmar “afirmou o Delegado Fabrício

delegado 3

De que forma a garota Bruna foi assassinada “ O que ele nos revelou é que a garota chegou a frete de sua residência pedindo uma ajuda, querendo fazer contato com os familiares porque não tinha ninguém em casa, então ele emprestou seu aparelho celular e ela não conseguiu conectar a um aplicativo do messenger para mandar uma mensagem para seus familiares, ele afirmou para ela que a internet estava fraca, induziu ela adentrar a sua residência afirmando que no interior ela conseguiria uma conexão de internet  porque o aparelho dele estaria lá dentro, e já no interior da residência ele deu um mata leão, uma esganadura no pescoço da jovem e conseguiu amordaça-la, com um pano vermelho conforme constatamos por ocasião do levantamento cadavérico e nessa situação toda ela desfaleceu e ele aguardou com que ela recobrasse os sentidos o que não ocorreu, acreditamos ela já está morta naquele momento, diante disso ele teria tirado o short dela, tirado a calcinha dela, porque  a pretensão dele desde o início nos afirmou era da pratica de um crime sexual, ele não tinha a pretensão de matá-la, o cunho dele era de estuprar a garota e segundo ele, ela não estando mais viva não tinha mais interesse em praticar o estupro, vestiu a roupa que ela estava usando embalou no saco e levou o corpo para jogar a margem da BR” finalizou o delegado

OUTRAS NOTÍCIAS