Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Delegado diz que suspeito da morte de professor em Feira de Santana tinha relacionamento com a vítima

Delegado diz que suspeito da morte de professor em Feira de Santana tinha relacionamento com a vítima

O suspeito da morte do professor José Eduardo Menezes Castro de Jesus, de 42 anos, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador, tinha um relacionamento amoroso com a vítima, segundo informações do delegado Rodolfo Faro, responsável pelas investigações. O homem foi identificado como Clodoaldo Souto e está foragido.

“Segundo apurado, a vítima tinha um relacionamento, já teve um relacionamento amoroso com o autor do crime, e posteriormente esses relacionamentos eram eventuais”, disse.

“A princípio, como o autor, supostamente, segundo familiares, escondia a natureza desses encontros, pois tinha uma esposa e filho, ele acabou cometendo esse crime de forma passional, acreditando-se que ele não queria mais ter uma relação com a vítima”, complementou.

Clodoaldo Souto é suspeito de ter matado o professor José Eduardo — Foto: Reprodução/TV Subaé

Clodoaldo Souto é suspeito de ter matado o professor José Eduardo — Foto: Reprodução/TV Subaé

A Polícia Civil de Feira de Santana pediu a prisão preventiva do suspeito. “A polícia agora aguarda a decretação dessa prisão, para realização de diligência, no sentido de cumprir esse mandado, caso ele seja decretado. Ele também será interrogado para que possa esclarecer qual a verdadeira circunstância do crime”, explicou o delegado.

“Inicialmente ele teria alegado que estava sofrendo ameaças por parte da vítima, mas a gente não sabe qual seria o teor [das ameaças]. Isso é informação dele passada à família e só ele vai poder esclarecer esse fato”, pontou.

Caso

José Eduardo foi encontrado morto no dia 29 de outubro, em Feira de Santana, cidade a cerca de 100 quilômetros de Salvador. Ele estava desaparecido desde desde o dia 27 do mesmo mês, quando saiu de casa e não retornou. O carro do professor foi encontrado abandonado, no bairro Jardim Cruzeiro, no mesmo município.

De acordo com a polícia, o corpo de José estava enterrado nos fundos de um imóvel, no bairro Jardim Cruzeiro. Ele estava sem roupa e apresentava lesão na cabeça. No entanto, não há informações se a lesão foi feita com arma branca ou arma de fogo.

O sepultamento de José Eduardo aconteceu no Cemitério Jardim Celestial e contou com a presença de familiares, amigos e estudantes de escolas estaduais e municipais, onde a vítima dava aulas de Geografia. Todos estavam abalados com a perda.

Muitos jovens fizeram questão de usar fardamentos dos colégios para se despedir do professor. Além disso, eles carregaram flores brancas, simbolizando um apelo por paz na sociedade, e cartazes com mensagens de luto e pedidos de justiça pelo crime.

Enterro de professor encontrado morto em Feira de Santana — Foto: Arquivo pessoal

Enterro de professor encontrado morto em Feira de Santana — Foto: Arquivo pessoal

Informações; G1

OUTRAS NOTÍCIAS