Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Começa hoje inscrição para concurso de professor efetivo na UFRB; salários podem chegar a R$ 9 mil

Começa hoje inscrição para concurso de professor efetivo na UFRB; salários podem chegar a R$ 9 mil

ufrb

Começam hoje (8), as inscrições para um concurso público da Universidade Federal do Recôncavo Bahia (UFRB). As vagas são para o cargo de professor efetivo do Centro de Formação de Professores, no campus da cidade de Amargosa.

Segundo edital, são ofertadas 10 vagas, sendo quatro para Professor Adjunto A; cinco para Professor Assistente A e uma para Professor Auxiliar A.

Os salários básicos variam entre R$ 2.236,30 e R$ 4.455,22, a depender do regime de trabalho. Além disso há ainda a retribuição por titulação, que pode chegar a até R$ 5.130,45.

As oportunidades são para as áreas de Língua Portuguesa/Estágio Supervisionado, Literatura Portuguesa e Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, Literaturas de Língua Inglesa, Libras/Estágio Supervisionado, Estudos Linguísticos da Libras e Libras.

As inscrições começam a ser realizadas 8 de dezembro, exclusivamente pela internet (www.ufrb.edu.br/concursos. A taxa de inscrição varia de R$ 150 a R$ 200 e deve ser efetuado até o dia 8/12.

O concurso constará de duas etapas de prova. A etapa 1 compreende a realização primeiramente da Prova Escrita, que é eliminatória e classificatória e, posteriormente, da Prova Didática, que também é eliminatória e classificatória. A etapa 2 compreende a realização primeiramente da Defesa de Memorial, que é eliminatória e classificatória, e posteriormente da Prova de Títulos, que é eliminatória e classificatória.

O cronograma com a previsão de início e término das provas do concurso, assim como o local e o horário de início da prova escrita para cada matéria/área de conhecimento, será divulgado até o dia 26 de janeiro no site de Concursos da UFRB. A prova escrita está prevista para ser realizada no dia 26 de fevereiro.

Foto | Reprodução/G1

OUTRAS NOTÍCIAS