Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Bruna Marquezine revela ter feito teste e ficado em segundo lugar para interpretar ‘Supergirl’ em filme The Flash da DC

Bruna Marquezine revela ter feito teste e ficado em segundo lugar para interpretar ‘Supergirl’ em filme The Flash da DC

Em participação no podcast “Mamilos”, a atriz Bruna Marquezine revelou que já deu os primeiros passos na carreira internacional como atriz. Durante a conversa, a musa brasileira contou que fez teste para interpretar a heroína “Supergirl”, no novo filme “The Flash”, da DC Comics. Segundo a atriz, ela chegou até a fazer um teste de química em cena ao lado do protagonista, o ator Ezra Miller.

Durante o bate-papo, ela revelou que foi para o Top 5 e depois para o Top 2. “Até então era para uma personagem que a gente não tinha muita informação, mas era uma mulher, normal, que em algum momento ia ter alguma relação com ele [Flash]. Fui parar ao Top 2, conversei com o diretor, e aí fui para um teste de química com o Ezra Miller, que é o novo Flash”, acrescentou.

Ficando em segundo lugar nos testes, a atriz explicou que foi a pandemia de covid-19 que a impediu de ir para a etapa final para o papel no longa-metragem dirigido por Andy Muschietti, em Londres. “Eu não tinha como ir para Londres. Eles tentaram de todas as formas possíveis. É óbvio que esse não foi o único motivo. Eu acredito muito que existe momento para tudo”, disse Bruna em um dos trechos.

O papel ficou com a norte-americana Sasha Calle, que Marquezine elogiou no podcast: “Esse papel era dela. E ela tem o mérito dela e o desempenho dela foi excepcional”, disse. Bruna ainda contou que 60 pessoas foram fazer o teste e soube de alguns nomes de atrizes que ela admira profundamente. “Eu sempre considerei serem artistas muito melhores que eu, muito mais capacitadas que eu, com muito mais bagagens, enfim. E eu fui a única brasileira aprovada”, falou.

A diva também disse que ganhou mais confiança com os tes

Ficando em segundo lugar nos testes, a atriz explicou que foi a pandemia de covid-19 que a impediu de ir para a etapa final para o papel no longa-metragem dirigido por Andy Muschietti, em Londres. “Eu não tinha como ir para Londres. Eles tentaram de todas as formas possíveis. É óbvio que esse não foi o único motivo. Eu acredito muito que existe momento para tudo”, disse Bruna em um dos trechos.

O papel ficou com a norte-americana Sasha Calle, que Marquezine elogiou no podcast: “Esse papel era dela. E ela tem o mérito dela e o desempenho dela foi excepcional”, disse. Bruna ainda contou que 60 pessoas foram fazer o teste e soube de alguns nomes de atrizes que ela admira profundamente. “Eu sempre considerei serem artistas muito melhores que eu, muito mais capacitadas que eu, com muito mais bagagens, enfim. E eu fui a única brasileira aprovada”, falou.

A diva também disse que ganhou mais confiança com os testes: “Foi uma das melhores experiências que eu tive até hoje na minha carreira, porque eu entrei nesse teste, desde o início nessa experiência, muito desacreditada da minha capacidade enquanto atriz”, explicou.

tes: “Foi uma das melhores experiências que eu tive até hoje na minha carreira, porque eu entrei nesse teste, desde o início nessa experiência, muito desacreditada da minha capacidade enquanto atriz”, explicou.

Informações: Ibahia

OUTRAS NOTÍCIAS