Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Bolsonaro quer anistiar Jefferson, Eustáquio e Allan dos Santos

Bolsonaro quer anistiar Jefferson, Eustáquio e Allan dos Santos

Jair Bolsonaro quer enviar uma mensagem ao Congresso com um projeto para anistiar politicamente aliados que considera “perseguidos políticos” do STF, entre eles o deputado Daniel Silveira, beneficiado ontem com um indulto, mas também o ex-deputado Roberto Jefferson e os ativistas extremistas Oswaldo Eustáquio e Allan dos Santos.

A justificativa do projeto será anistiar os supostos perseguidos políticos, que “tiveram sua liberdade de expressão criminalizada pelo autoritarismo do STF”.

Jefferson está em prisão domiciliar com uso de tornozeleira eletrônica desde janeiro deste ano. O presidente de honra do PTB ficou preso entre agosto do ano passado até a mudança de regime.

 

Eustáquio está na prisão domiciliar há mais tempo. Ele foi preso preventivamente em dezembro de 2020 e foi para o regime domiciliar com tornozeleira eletrônica em janeiro, pouco mais de um mês depois.

Já Santos está foragido de uma ordem de prisão emitida pelo STF. O extremista está nos Estados Unidos, que não dá sinais que pretende extraditá-lo para o Brasil.

A situação de Silveira é incerta. Ele foi condenado pelo STF na quarta-feira (20/4), mas recebeu um indulto de Bolsonaro na quinta-feira (21/4). O Supremo ainda decidirá se mantém ou não a validade do indulto.

OUTRAS NOTÍCIAS