Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Agentes de trânsito protestam e pedem mais segurança

Agentes de trânsito protestam e pedem mais segurança

Manifesta__o Agentes de Tr_nsito-foto Jorge Magalh_es (4)

Os agentes da Superintendência Municipal de Trânsito (SMT) de Feira de Santana realizaram um ato de protesto contra a violência na manhã desta segunda-feira, 30. O ato, intitulado “Maio de Luto”, aconteceu em frente ao Paço Municipal Maria Quitéria e fez parte de um movimento nacional em virtude do assassinato de um agente de trânsito ocorrido no estado do Tocantins, na semana passada.

Cerca de 60 agentes de trânsito participaram do ato em Feira de Santana. O movimento também está acontecendo em outros 13 estados e no Distrito Federal: Acre, Alagoas, Ceara, Goias, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Sul, Roraima, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

O vice-presidente da AFAT (Associação Feirense de Agentes de Transito), Carlos Eduardo Oliveira Amorim, ressalta que a violência contra a categoria é uma realidade enfrentada diariamente pelos trabalhadores. “São constantes agressões verbais, principalmente. Já tivemos casos de agressões físicas aqui na cidade há alguns anos. E quando chega a um extremo, como aconteceu com o colega no Tocantins, é algo que abala bastante a todos. E a prova disso é esse movimento que acontece em todo o país”, revela.

CASO

O agente de trânsito da Prefeitura de Araguaína, norte do Tocantins, Agenison Pereira Jorge, de 28 anos, foi baleado na tarde da última sexta-feira, 27, enquanto trabalhava, no centro da cidade. Ele foi socorrido e morreu no hospital.

OUTRAS NOTÍCIAS