Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Advogado denuncia golpe em jovem por suposto estelionatário

Advogado denuncia golpe em jovem por suposto estelionatário

advogado Newton Dias acusa o empresário Igor Lobo Melo de aplicar um golpe na jovem Mariana Isensee durante uma viagem à uma ilha em Recife. A Agência de Turismo e Viagem CVC entrou com uma ação contra Igor e Mariana após não ter sido pago um pacote de turismo, com serviços incluídos de passagens aéreas de ida e volta, no valor de R$ 11.342,96. Segundo a ação, o pagamento foi feito mediante Cartão de Crédito do empresário e foi estornado pela operadora.

Em contato com o BNews, o advogado Newton Dias explicou que Mariana foi vítima de um golpe. “Mariana foi induzida a erro. O affair dela na época disse que o funcionário da CVC tinha uma dívida com ele e nunca existiu esse funcionário. Ele disse que ia trocar a dívida por emissão de uma passagem para Noronha”. Segundo ele, a suposta vítima pagou a parte dela. “Inclusive Mariana pagou a parte dela ao Igor. O caso aconteceu em fevereiro deste ano de 2019.

Após ter conhecimento do seu nome no processo, o advogado de Mariana entrou em acordo com a CVC.

O acusado enviou um áudio, veiculado no programa Balanço Geral, onde reconhece a dívida. “Claro que a dívida é dos dois, a audiência ainda foi marcada para outubro”, diz Igor.  Mariana justificou que não tinha conhecimento do débito e, inclusive, pagou sua parte ao ex-namorado e nesta quinta (19) fez um acordo com a CVC pagando a metade do valor da dívida em troca da retirada do nome no processo.

O advogado de Mariana revelou que ingressou com uma ação de reparação contra o Igor Melo e recorreu ao Ministério Público da Bahia (MP-BA) pedindo medida protetiva em favor dela, por ameaça. Mariana também acusa o ex de agressão e o denunciou na delegacia da Mulher. “Estamos na delegacia para denunciar de agressão, enquadrado na lei Maria da Penha e pedimos ainda medida protetiva que deve ser concedida ainda hoje”, explicou Newton Dias.

A suposta vítima afirmou que passou a receber mensagens pejorativas nas redes sociais, memes com fotos suas vinculadas ao crime de estelionato e ligações. “Todas as pessoas que estão compartilhando em caráter doloso a figura dela relacionado a estelionato responderão tanto na seara cívica quanto criminal”, disse o advogado.

Fonte: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS