Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

ACM Neto diz que José Ronaldo “está preparado para qualquer função, inclusive de vice-governador”, mas não confirma nada

ACM Neto diz que José Ronaldo “está preparado para qualquer função, inclusive de vice-governador”, mas não confirma nada

Durante a coletiva de imprensa na quinta-feira (17), quando oficializou a aliança com João Leão, ACM Neto falou sobre José Ronaldo. Não poupou elogios ao antigo aliado. Respondendo a pergunta do repórter André Silva, do Programa de Olho na Cidade, da Rádio Sociedade News, o ex-prefeito de Salvador e pré-candidato a governador da Bahia afirmou que Ronaldo reúne todas as qualidades não apenas para ser vice, mas assumir qualquer função administrativa no governo.

A pergunta a ACM Neto foia seguinte: José Ronaldo, ex-prefeito de Feira de Santana, deixou o mandato de prefeito, na época, para ser candidato ao Governo do Estado. Perdeu as eleições e não seria, neste caso, também, um critério de ACM Neto para que José Ronaldo fosse seu vice, já que é homem da sua confiança? Ainda mais que representa um município com quase um milhão de habitantes, com mais de 20 cidadesna região. O povo de Feira de Santana quer saber.

ACM Neto: “Obrigado pela pergunta, porque você me dá a oportunidade de fazer, aqui, uma homenagem, um elogio muito grande à figura de Zé Ronaldo, que está aqui conosco. Nós somos parceiros políticos há muitos anos. Eu só tive na minha vida toda um partido, uma filiação partidária. Comecei no PFL, que depois virou Democratas e hoje é União Brasil. Quando eu entrei no PFL, Zé Ronaldo já fazia política, tava lá no PFL, e de lá pra cá sempre estivemos juntos, participando de momentos difíceis. Enfrentamos uma realidade dura no passado, afinal de contas vamos completar 16 anos na oposição.

E é claro que isso ensina muito, isso faz com que você tenha que superar muitos obstáculos. Zé Ronaldo teve um papel fundamental para o então Democratas, hoje União Brasil, na eleição de 2018, quando decidiu ser candidato ao Governo do Estado e, nos últimos meses, talvez seja a pessoa mais próxima a mim. Afinal de contas, desde janeiro de 2021, quando deixei a Prefeitura, a gente se vê toda semana. Participou de quase todas as viagens que eu fiz para o interior do Estado. Tá lá comigo na sede do Democratas, aqui em Salvador, e tem me ajudado muito nas articulações com diversos municípios.

Hoje eu posso dizer que Zé Ronaldo é meu amigo. Você fez uma afirmação que é absolutamente verdadeira: tenho com ele uma relação de total confiança, então eu não tenho nenhuma dúvida em relação à seriedade, à correção e ao posicinamento firme, político e pessoal de Zé Ronaldo. Da mesma forma que não tenho nenhuma dúvida que Zé Ronaldo reúne todas as condições, toda qualidade para ocupar qualquer posição na Bahia. Se eu o apoiei em 2018 para Governador é porque acho que ele tá preparado para qualquer função, inclusive, é claro, se for o caso, para a função também de vice.

Agora, essa é uma decisão, como eu já disse e vou repetir aqui, que passa por uma série de conversas e que não é apenas um desejo pessoal, ou uma predileção, ou um aspecto de amizade que será considerado. Vamos ter que considerar uma série de fatores. Zé Ronaldo é um dos nomes que estão sendo examinados, sem dúvidas. E se ele for o escolhido, nesse conjunto de partidos, tenho certeza que desempenhará um excelente papel na campanha. Portanto, quanto a isso não há nenhuma dúvida da minha parte. Agora, eu não posso, como já disse aqui, avançar em relação à questão de nomes, porque da mesma forma, e como você me perguntou de Zé Ronaldo eu tô lhe respondendo a respeito dele, eu traria aqui também o meu depoimento sobre cada um dos nomes que estão sendo ventilados ou cogitados nesse momento. Importante ter paciência, ter calma. Nós ainda temos tempo para tomar essa decisão, ela será tomada da maneira mais correta possível, da maneira mais responsável possível e nós vamos ouvir todos os partidos, nós vamos ouvir os pré-candidatos, ou aqueles que desejam se posicionar nessa posição, para, no momento certo, poder anunciar.

Eu só tenho palavras de elogio, de reconhecimento, de gratidão a respeito a Zé Ronaldo, e aí uma coisa eu posso lhe assegurar: não é apenas uma posição na chapa ou de vice-governador que está em discussão, nós estamos tratando do futuro. Eventualmente, uma pessoa que não foi escolhida nesse momento está excluída de dar sua contribuição? Muito pelo contrário! Nós vamos precisar mobilizar as melhores cabeças, vamos ter que ter o melhor time para governar a Bahia, vamos ter que estar ao lado das pessoas que conhecem nosso Estado e que estão dispostas a entrar no mesmo espírito nosso. Então, nesse aspecto, quero trazer também uma palavra de que o mundo não se encerra no dia 02 de abril. Ao contrário, é uma etapa que vai permitir que a gente inicie uma outra etapa, e que eu vou procurar agregar todos os nomes e partidos que estão ao nosso lado”.

Nesse momento, João Leão interrompeu ACM Neto para falar sobre José Ronaldo: “Deixa eu colocar a minha colherzinha nessa sopa aí para ajudar a mexer. Eu quero prestar as minhas homenagens ao amigo Zé Ronaldo, que foi meu colega, meu amigo na Câmara dos Deputados, apesar dele ser de um lado político e eu ser de outro, mas que sempre estivemos juntos. Você, tenha certeza, amigo Zé, que eu estarei sempre ao seu lado. Pode ter certeza disso!”

Informações: O Protagonista

OUTRAS NOTÍCIAS