O nome do presidente da República Jair Bolsonaro voltou a ser citado em um programa do SBT, dessa vez de uma forma bem pouco amigável, ao receber a alcunha de “bandido” por uma participante da plateia do programa apresentado por Silvio Santos, que foi ao ar nesse domingo, 21.
O momento aconteceu durante o tradicional Jogo das três Pistas. Na ocasião em que o presidente foi chamado de “bandido” bem na frente de Silvio Santos, as três pistas eram “bandido”, “valentão” e “marginal”. Após algumas pessoas tentarem adivinhar a charada, citando facções criminosas como o PCC, Primeiro Comando da Capital, uma outra mulher disse que as três alternativas fariam referência a Jair Bolsonaro – os participantes famosos do quadro eram Patrícia Abravanel, e o jogador Neymar.
Vale ressaltar que desde que foi eleito, Jair Bolsonaro tem mantido uma ótima relação com o SBT, Silvio Santos e alguns apresentadores da emissora, como Ratinho e Danilo Gentili, além do humorista Carlos Alberto de Nóbrega.

Desde janeiro, quando tomou posse, Jair Bolsonaro já concedeu pelo menos três entrevistas exclusivas ao SBT, sendo uma para o próprio dono da emissora, outra para Ratinho – que também entrevistou o ministro da Justiça Sergio Moro -, e o próprio Danilo Gentili, no The Noite. Ainda, o ex-deputado tenta uma participação em A Praça é Nossa.

Recentemente, aliás, quem também deu às caras no SBT para gravar com Silvio Santos foram dois filhos de Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, que é senador pelo Rio de Janeiro, e investigado pelo Ministério Público acusado de chefiar uma organização criminosa que tinha como outro expoente seu ex-motorista Fabrício Queiroz, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que na última semana foi indicado pelo presidente para assumir a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, e levantou a polêmica de nepotismo, causando desgaste à imagem do governo.
No programa comandado por Silvio Santos, Flávio e Eduardo também participaram do “Jogo das 3 Pistas”, e chegaram a ser humilhados pelo o dono do SBT, que ficou impressionado com o desconhecimento dos filhos de Bolsonaro sobre acontecimentos da política do Brasil.

TV Foco

Foto: Divulgação