Ator da novela Lado a Lado está preso a quinze dias acusado de roubar a bolsa de uma mulher

Paulão 25 de fevereiro de 2014

romao

O delegado responsável pela prisão do ator Vinícius Romão de Souza, que atuou na novela “Lado a lado”, disse que ele foi reconhecido duas vezes pela copeira que o denunciou pelo assalto no Rio de Janeiro. Amigos do ator e algumas testemunhas afirmam que a descrição do assaltante não condiz com as características de Vinícius.

Segundo revelou o delegado Niandro Ferreira Lima, Vinícius foi preso em flagrante após descrição da vítima e negou que o ator tenha sido vítima de preconceito. “Não acredito que seja por aí. Até porque foi a vítima que descreveu o agressor”, disse ao Ego.

O delegado também revelou não ter visto os vídeos que mostrariam que o assaltante usava bermuda, enquanto Vinícius usava calça jeans.

O deputado federal Jean Wyllys usou a página do Facebook para se pronunciar a respeito da prisão do ator Vinícius Romão, que trabalhou na novela ‘Lado a Lado’, da Globo. “Em outras palavras, o crime do Vinícius é ser negro, ter cabelo “black power” e estar caminhando na hora e local errados”, escreveu o parlamentar.

Segundo a rádio Globo, a copeira de um hospital reconheceu Vinícius como o homem que a assaltou no dia 17 de fevereiro. A mulher disse que o assaltante, um homem negro e com cabelo black power, havia roubado sua bolsa, contendo dinheiro, celular e outros pertences. Com a ajuda de um policial, a mulher viu um homem com características semelhantes ao do assaltante e afirmou que Vinícius era o assaltante.

O ator negou o assalto e disse que retornava do shopping onde trabalhava em uma loja de roupas para complementar a renda com trabalhos e participações em novelas da TV Globo. A bolsa nem os objetos da copeira não foram encontradas com o ator.

A prisão causou comoção nas redes sociais. ‘Estou chocada! Romão foi meu aluno e sei muito bem o quanto esse garoto é bom!’, escreveu uma ex-professora do ator. Outros internautas acusaram a prisão de racismo.

Vinícius Romão está preso desde o dia 17 na Casa de Detenção Patrícia Acioli, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio. Segundo o advogado do ator, imagens de câmeras de um prédio próximo ao assalto serão utilizadas para provar a inocência do ator

Vítima admite em depoimento que se enganou ao acusar ator de roubo

O delegado Niandro Lima, titular da 25ª DP (Engenho Novo), disse que a mulher que acusava o ator Vinícius Romão de Souza, de 26 anos, prestou depoimento por mais de uma hora nesta terça-feira e admitiu ter se enganado no reconhecimento. O policial contou que informará o Tribunal de Justiça sobre o ocorrido.

Isso pode ajudar a defesa dele a soltá-lo mais rapidamente. Além disso, entrarei com um pedido de habeas corpus em favor do Vinícius, com a cópia do depoimento anexada, pedindo que ele seja solto – disse o delegado.
Em seu depoimento, Dalva da Costa Santos disse que, assim que chegou em casa após registrar o roubo, no dia 10 deste mês, ficou “meditando” a respeito da negativa contundente de Vinícius em relação à autoria do crime. Ela disse que realmente ficou em dúvida e que, no dia seguinte de manhã, pensou em ir à delegacia para retirar queixa. Mas não o fez por não ter o dinheiro da passagem.

Pai de Vinícius, o tenente-coronel da reserva do Exército Jair Romão de Souza, de 64 anos, comemorou a notícia. Segundo ele, foi a “melhor dos últimos tempos”.

Estou felicíssimo! Você nem pode imaginar o quanto. Quero correr para dar um longo abraço nele. Foi um sofrimento muito grande tudo isso, principamente para ele. Está na capa dos jornais todos essa história, mas não me senti constrangido porque sabia que, mais cedo ou mais tarde, a verdade iria acontecer. Como diz o ditado: “Quando estiver em dúvida entre a mentira e a verdade, não fique com nenhum dos dois. Fique com o tempo, porque o tempo vai desfazer a mentira e trará à tona a verdade” – disse ele.

Diretor Presidente: Josse Paulo Pereira Barbosa
Departamento Jurídico: Dr. Fernando Oliveira | Dr. Alberto Dalton Coelho
Diretor de Sede: Alex Neves Barbosa
Diretor Administrativo: Paulo Jadson de Oliveira Barbosa
Jornalista: Mayara Nailanne
Fone: 75 3021.1910 | Celular: 8835.3367 - 8110.3577


E-mail: programalivredopaulao@gmail.com