Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Vitória visita América-MG e tenta manter tabu de 34 anos

Vitória visita América-MG e tenta manter tabu de 34 anos

650x375_guilherme-mattis_1580662

Uma afirmação do falecido escritor britânico George Orwell pode ajudar o Vitória na busca por mais um triunfo diante do América Mineiro, nesta terça-feira, 9, em Belo Horizonte, a partir das 18h da Bahia. Quem controla o passado, controla o futuro, ensinou. Se o Leão pretende alcançar o acesso e, quem sabe, o título da Série B, basta manter o passado intacto. Há 34 anos, ele não sabe o que é perder para o Coelho.

Na última vez em que o time mineiro venceu o Rubro-Negro, Rondônia nem era estado. Aconteceu em 18 de janeiro de 1981, pela Segundona da época, chamada de Taça de Prata. Foi um placar magro, de 1 a 0, mas ninguém lembra disso no elenco baiano. Apenas Jorge Wagner já havia nascido naquela época. O meia tinha apenas dois anos.

Depois daquele jogo no Mineirão, Vitória e América se enfrentaram outras 12 vezes, com 10 triunfos rubro-negros e dois empates – incluindo o 1 a 1 no Barradão, ainda no primeiro turno desta Série B, em 1º de agosto.

O último confronto em Minas Gerais foi marcante. O Leão venceu por 2 a 1, mas a forma com que o triunfo aconteceu foi digno de Oscar. Aos 24 minutos do primeiro tempo, o atacante Alessandro matou a bola com a mão e marcou para os donos da casa. Na reclamação, o goleiro Deola acabou expulso. O meia Pedro Ken, que retornou à Toca nesta temporada, empatou o duelo. Aos 40 do segundo tempo, o atacante Marcelo Nicácio saiu do banco para decretar a virada.

OUTRAS NOTÍCIAS